Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
14/10/2010 - 16h12

Pachauri permanece na presidência; IPCC concorda com reformas

Publicidade

DA REUTERS

O indiano Rajendra Pachauri permanece como presidente do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC, na sigla em inglês) mesmo depois das especulações sobre uma possível demissão ou uma troca no cargo.

A notícia foi divulgada nesta quinta-feira, durante reunião na cidade sul-coreana de Busan com os 130 países-membros do IPCC.

Britânico diz que presidente do IPCC deveria ser substituído
IPCC cresceu, mas falta gestão, diz brasileiro que avaliou grupo para ONU
Presidente do painel do clima da ONU descarta renúncia por causa de erro
Presidente do IPCC pede desculpas por erro sobre geleiras do Himalaia

Em 2007, o IPCC recebeu várias críticas por divulgar relatório que dizia que as geleiras do Himalaia poderiam derreter em 2035 --séculos antes do pior cenário projetado.

Ruben Sprich/Reuters
Cientista indiano Rajendra Pachauri está em seu sexto ano como presidente do IPCC; ele deve deixar o cargo em 2014
Cientista indiano Rajendra Pachauri está em seu sexto ano como presidente do IPCC; ele deve deixar o cargo em 2014

Cientistas e o próprio IPCC concordam, entretanto, sobre a necessidade de reformas. Pachauri disse que elas são "vitais" para o órgão ligado às Nações Unidas.

Eleito em 2002, Pachauri está no sexto ano de administração do IPCC e deve deixar o cargo apenas em 2014.

"Tenho a intenção de continuar aqui até ter finalizado a missão que aceitei", comentou, se referindo ao próximo relatório sobre mudanças climáticas que será divulgado no ano de seu afastamento.

Em 30 de agosto, um conselho formado por acadêmicos de ciência, o InterAcademy Council, se reuniu para discutir mudanças na administração, indicando que às lideranças do IPCC seria permitido apenas servir um mandato.

Segundo Pachauri, essa norma pode ser aplicada, mas depois que ele tiver saído do cargo.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página