Siga a folha

Descrição de chapéu Folhajus

Sindicato da PF de SP diz que reforma administrativa de Bolsonaro pode inviabilizar atuação de policiais

Alteração nas regras de estabilidade poderiam gerar medo de retaliação por causa das atividades da função

Você atingiu seu limite de matérias livres

Assine e tenha acesso Ilimitado

– OFERTA ESPECIAL – 1 ANO DE DESCONTO –

Cancele quando quiser

R$ 1,90 POR 3 MESES

+ 9 de R$ 19,90 R$ 9,90

Notícias no momento em que acontecem, newsletters exclusivas e mais de 120 colunistas. Apoie o jornalismo profissional.

A presidente do Sindicato dos Policiais Federais de SP (Sinpf), Susanna do Val Moore, já marcou encontro virtual com mais de 70 deputados federais para tentar convencê-los a rejeitar a reforma administrativa do governo. Ela afirma que, caso ela seja sancionada, a atuação da PF pode ser inviabilizada pois ela altera a estabilidade da carreira e exige um tempo de experiência para a efetivação dos policiais como servidores públicos.

CIRCUITO  

A mudança poderia causar receio de retaliação e também fazer com que profissionais levem informações estratégicas da PF para a iniciativa privada.

QUARENTENA

com BRUNO B. SORAGGI, BIANKA VIEIRA e VICTORIA AZEVEDO

Receba notícias da Folha

Cadastre-se e escolha quais newsletters gostaria de receber

Ativar newsletters

Relacionadas