Siga a folha

Descrição de chapéu tecnologia

IPO da fintech chinesa Ant Group é adiado

Controlada pelo bilionário Jack Ma, presidente do Alibaba, grupo de tecnologia anunciou plano de abertura de capital em agosto

Você atingiu seu limite de matérias livres

Assine e tenha acesso Ilimitado

– OFERTA ESPECIAL – 1 ANO DE DESCONTO –

Cancele quando quiser

R$ 1,90 POR 3 MESES

+ 9 de R$ 19,90 R$ 9,90

Notícias no momento em que acontecem, newsletters exclusivas e mais de 120 colunistas. Apoie o jornalismo profissional.

Pequim

A fintech chinesa Ant Group deve adiar seu IPO (oferta inicial de ações, na sigla em inglês) recorde, informou a Bolsa de Valores de Xangai nesta terça-feira (3), enquanto a gigante co-fundada por Jack Ma, do Alibaba, enfrenta crescente pressão dos reguladores chineses sobre riscos potenciais.

A bolsa decidiu adiar a cotação de US$ 34 bilhões (R$ 196 bilhões) originalmente programada para ocorrer em Hong Kong e Xangai esta semana, citando preocupações de que a Ant "não cumpra as condições de emissão e cotação ou requisitos de divulgação de informações", disse a empresa em um comunicado.

Logo do Ant Group em Hangzhou, província de Zhejiang, na China - Aly Song/Reuters

O aviso veio depois que Ma e outros executivos foram convocados para uma reunião incomum com reguladores na segunda-feira (2), enquanto a mídia estatal emitiu recentemente alertas sobre a potencial instabilidade financeira que pode resultar do rápido crescimento do Ant Group.

A empresa, que tem mais de 700 milhões de usuários ativos por mês, ajudou a revolucionar o comércio e as finanças pessoais na China, com consumidores usando o aplicativo de smartphone para pagar tudo, desde refeições até mantimentos e passagens.

Os empréstimos, a gestão de fortunas e os empreendimentos de seguros do Ant também geraram preocupação no setor financeiro controlado pela China.

A bolsa de Xangai afirmou nesta terça-feira que a própria empresa "relatou grandes problemas, como mudanças no ambiente de supervisão", e que a preocupação com essas questões não especificadas levou ao adiamento.

Receba notícias da Folha

Cadastre-se e escolha quais newsletters gostaria de receber

Ativar newsletters

Relacionadas