Descrição de chapéu Há 50 anos

1968: EUA detonam no deserto de Nevada a maior bomba subterrânea

São Paulo

Uma explosão subterrânea 60 vezes maior do que a bomba atômica de Hiroshima abriu uma cratera no deserto de Nevada e fez tremer a terra em quatro estados dos EUA.

O impacto da explosão foi sentido em Nevada, Califórnia, Utah e Arizona e registrado pelos sismógrafos como um terremoto de 6 graus na escala Richter. 

A maior prova subterrânea já registrada consistiu na detonação de bomba de hidrogênio de potência equivalente a uma megatonelada de TNT. Uma hora e 46 minutos após a explosão, a terra ruiu sobre o ponto do epicentro, abrindo cratera e 90 m de largura por 15 m de profundidade.

A Comissão de Energia Atômica dos EUA diz que não houve fugas radioativas.

0
Primeira página da Folha de S.Paulo de 27 de abril de 1968 - Folhapress

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.