Descrição de chapéu Há 50 anos

1968: Igreja Católica condena uso de métodos contraceptivos artificiais

São Paulo

Em um dos documentos mais importantes nos seus cinco anos de pontificado, o papa Paulo 6º reafirmou sua oposição às formas artificiais de controle da natalidade em encíclica intitulada “Humanae Vitae” (Da Vida Humana).

O anúncio foi feito pelo teólogo dom Ferdinando Lambruschini, em coletiva no Vaticano. O texto destaca que “a interrupção direta do processo gerativo é absolutamente excluída como meio de controle do nascimento”. 

O bispo auxiliar do Rio de Janeiro, dom José de Castro, disse que “a opinião de todo o clero do Brasil a respeito do assunto será calcada no pronunciamento oficial do papa.”

0
Papa Paulo VI saúda multidão na Cidade do Vaticano - Associated Press

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.