Descrição de chapéu Há 50 anos

1970: Uruguai mantém posição de não negociar com sequestradores

São Paulo

Apesar da expectativa para uma nova posição do governo uruguaio a fim de facilitar o resgate do cônsul brasileiro Aloysio Marés Dias Gomide e do funcionário dos EUA Dan Mitrione, o presidente do Uruguai, Jorge Pacheco Areco, não se pronunciou.

Os dois foram sequestrados pela guerrilha Tupamaros, que exige a soltura de todos os presos políticos no Uruguai (são aproximadamente 150).

Com o silêncio de Areco, a palavra oficial continua sendo a do ministro do Interior, Antonio Francese, que afirmou a disposição governamental de não negociar com os guerrilheiros e fazer cumprir as leis.

Primeira Página da Folha de 6 de agosto de 1970
Primeira Página da Folha de 6 de agosto de 1970 - Reprodução

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.