Descrição de chapéu Há 50 anos

1970: Por Zé Maria, Portuguesa rompe com Corinthians

São Paulo

O presidente da Portuguesa de Desportos, Oswaldo Teixeira, decidiu romper a relação com o Corinthians por considerar que o clube do Parque São Jorge “implantou a pirataria no futebol brasileiro” com o acordo com o lateral Zé Maria.

O contrato do atleta com a Portuguesa terminou, e ele não quis renová-lo. O caso se estendeu sem que qualquer acordo fosse feito.

Zé Maria se fez valer da Lei do Passe. A confederação fixou um valor, e o jogador, que acertou a sua ida ao Corinthians, fez o pagamento pelo passe. Mas a Portuguesa não retirou o dinheiro na federação e pretende entrar com recurso.

Primeira Página da Folha de 10 de novembro de 1970
Primeira Página da Folha de 10 de novembro de 1970 - Reprodução
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.