Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
25/02/2013 - 16h32

Ator francês ganha apartamento na Tchetchênia

DA BBC BRASIL

O ator Gérard Depardieu, estrela de filmes como "Cyrano de Bergerac" (1990) e "Green Card - Passaporte para o Amor" (1990), ganhou um apartamento na Tchetchênia, a república da Federação Russa que foi palco de duas guerras nos anos 1990 e 2000.

O presente foi concedido pelo líder da república, Ramzan Kadyrov, que anunciou sua decisão nas redes sociais, após um jantar em homenagem a Depardieu.

O ator, por sua vez, disse quer fazer um filme na Tchetchênia.

Depardieu esteve no fim de semana em Grozny, capital da Tchetchênia, depois de passar pela cidade de Saransk, oeste da Rússia, onde foi registrado oficialmente como residente no sábado.

O ator, que também mantém amizade com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, ganhou cidadania russa em janeiro, depois que anunciou sua intenção de renunciar a seu passaporte francês por causa dos planos do governo de seu país de impor um imposto de 75% sobre milionários.

Depardieu também havia ameaçado se mudar para a Bélgica, que também tem uma taxa menor que a da França.

A associação de Depardieu com Kadyrov deve render ao ator críticas de defensores dos direitos humanos.

O líder tchetcheno é acusado de estar por trás de graves violações, incluindo sequestros, torturas e execuções, no seu esforço para eliminar militantes islâmicos que atuam na república. Kadyrov nega as acusações de abusos.

O ator foi pela primeira vez à Tchetchênia para as comemorações do aniversário de Kadyrov, no ano passado. "Eu realmente gostaria de fazer um filme aqui e mostrar que é possível fazer isso aqui em Grozny, fazer um grande filme", disse Depardieu à emissora de TV russa NTV.

+ Livraria

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página