Dados de mais de 3 milhões de brasileiros vazaram de site de DNA

Segundo o MyHeritage, informações sobre a herança genealógica não foram expostas

Bruna Souza Cruz
São Paulo | UOL

O site MyHeritage, especializado em construção de árvores genealógicas e comércio de testes de DNA, revelou recentemente que informações de mais de 92 milhões de contas de usuários tinham vazados.

Nesta semana, o grave incidente ganhou um novo capítulo. A pedido do MPDFT (Ministério Público do Distrito Federal e Territórios), a empresa israelense informou o número de brasileiros afetados pela falha de segurança.

Página do site MyHeritage, especializado em construção de árvores genealógicas e comércio de testes de DNA
Página do site MyHeritage, especializado em construção de árvores genealógicas e comércio de testes de DNA - Reprodução

Ao todo, 3.360.814 de clientes brasileiros do site tiveram seus emails e senha expostos. Desse total, 106.880 usuários eram menores de idade na época do vazamento (26 de outubro de 2017). 

Segundo o site MyHeritage, nomes, endereços, dados de cartões de créditos e informações sobre a herança genealógica e DNA dos usuários não foram expostos.

Além disso, a empresa destacou que as senhas, mesmo as vazadas, possuem criptografia (código que embaralha as informações e é difícil de descobrir).

Por conta disso, o órgão responsável pela proteção de dados israelense encerrou a investigação por acreditar que o MyHeritage não violou a lei, informou o MPDFT.

No Brasil, a empresa solicitou que a investigação ocorresse em sigilo e o Ministério Público concordou. 

Uma dica para os usuários brasileiros que possuem uma conta cadastrada no site é: altere suas senhas por precaução. 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.