Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
19/08/2010 - 09h19

"Nobel de matemática" é entregue a russo, israelense e franceses

Publicidade

DA FRANCE PRESSE, EM HYDERABAD

A medalha Fields, considerada o "Nobel de matemática", foi concedida nesta quinta-feira (19) a dois franceses, Cédric Villani e Ngo Bao Chau (de origem vietnamita), ao israelense Elon Lindenstrauss e ao russo Stanislav Smirnov.

Os premiados devem receber o prêmio nesta quinta-feira das mãos do presidente indiano, Pratibha Patil, no dia de abertura do Congresso Internacional de Matemática 2010, que acontece em Hyderabad, sul da Índia, até 27 de agosto.

A União Matemática Internacional (UMI) concede a medalha Fields, uma das premiações científicas mais famosas do mundo, a cada quatro anos desde 1936 a matemáticos com menos de 40 anos.

O prêmio Gauss, que consagra as aplicações matemáticas, foi concedido ao francês Yves Meyer, 71, e o prêmio Nevanlinna, que recompensa trabalhos vinculados às ciências da informação, ficou com o americano Daniel Spielman.

Por fim, a medalha Chern, atribuída pela primeira vez este ano em memória do matemático chinês Shiin-Shen Chern (1911-2004), foi concedida ao americano Louis Nirenberg, 85, considerado pelos colegas "um dos maiores cientistas da matemática analítica".

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página