Painel

Editado por Guilherme Seto (interino), espaço traz notícias e bastidores da política. Com Catarina Scortecci e Danielle Brant

Salvar artigos

Recurso exclusivo para assinantes

assine ou faça login

Painel

Mourão teve reunião com Huawei por 5G dias antes de Eduardo Bolsonaro abrir crise diplomática

Vice-presidente decidiu se pronunciar para manter a boa relação que vem costurando com chineses

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Elo Não foi à toa que o vice-presidente Hamilton Mourão se posicionou sobre a crise diplomática com a China criada pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). Ele costura a relação com empresários e políticos chineses há mais de um ano, especialmente com a Huawei, tendo em vista o leilão de frequência para o 5G no Brasil, esperado como um dos maiores do planeta.

Elo 2 Na sexta-feira(13), Mourão recebeu os principais executivos internacionais da Huawei no Planalto. Para não ver seu trabalho ir por água abaixo, reagiu. O leilão estava previsto para ocorrer no fim deste ano.

Nada a ver À Folha, Mourão disse que as opiniões de Eduardo não representam as do governo federal. Como mostrou o Painel, o vice-presidente vinha sendo preterido no Planalto e não foi ao menos incluído no comitê de combate ao coronavírus que conta com 15 ministros. Ele decidiu quebrar esse silêncio para conter a tensão diplomática.

Alas Os executivos da Huawei têm tentado se assegurar de que não aconteça uma interferência do governo federal que impeça sua participação no 5G do Brasil. O próprio Eduardo Bolsonaro já disse, em mais de uma ocasião, que a cooperação militar do Brasil com os Estados Unidos poderia ser comprometida caso a Huawei viesse a operar a tecnologia 5G no Brasil. Os executivos da gigante chinesa veem em Mourão um interlocutor mais técnico, sem influência política na negociação.

A coluna Painel agora está disponível por temas. Para ler todos os assuntos abordados na edição deste sábado (21) clique abaixo:

Mourão teve reunião com Huawei por 5G dias antes de Eduardo Bolsonaro abrir crise diplomática

Postura de Bolsonaro na crise do coronavírus gera perda de apoio de policiais militares ​

Governo Bolsonaro não descarta medidas judiciais contra governadores

Sem aulas, alunos da rede pública vão receber cota de alimentos da merenda, diz governo

Políticos questionam presença de filho de Bolsonaro em reunião com empresários sobre coronavírus

LINK PRESENTE: Gostou desta coluna? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Leia tudo sobre o tema e siga:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.