Painel

Editado por Guilherme Seto (interino), espaço traz notícias e bastidores da política. Com Catarina Scortecci e Danielle Brant

Salvar artigos

Recurso exclusivo para assinantes

assine ou faça login

Painel

Empresa demite funcionária que disse 'engenheiro civil, melhor do que você' para agente da Vigilância no RJ

Taesa diz que ela desrespeitou a política vigente na empresa e por isso decidiu pela 'imediata demissão'

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

A Taesa, empresa privada do setor de energia, demitiu nesta segunda-feira (6) uma funcionária que ofendeu verbalmente um agente da Vigilância Sanitária no Rio de Janeiro durante ação para controle da pandemia do novo coronavírus.

"A Taesa ressalta que segue respeitando o isolamento e as mais rigorosas regras d e prevenção ao coronavírus e que a empregada em questão desrespeitou a política vigente na empresa. Diante dos fatos expostos, a Taesa decidiu por sua imediata demissão", diz a nota da empresa enviada ao Painel.

Momento em que mulher ofende o agente da Vigilância Sanitária no Rio
Momento em que mulher ofende o agente da Vigilância Sanitária no Rio - Reprodução/TV Globo

Em reportagem exibida neste domingo (5) pelo Fantástico, da TV Globo, ela aparece ao lado de um homem e ambos questionam a atuação do profissional que fiscalizava possíveis infrações de restaurantes na cidade.

Ela ofende o agente. "Cidadão não. Engenheiro civil, formado, melhor do que você", diz, falando sobre o homem que a acompanhava. Na reportagem do Fantástico, Flávio Graça, superintendente de Educação e Projetos da Vigilância Sanitária do Rio, disse que as pessoas haviam sido "extremamente arredias".

Nas redes sociais, a mulher foi identificada como Nivea Del Mastro, que trabalhava na Taesa. A empresa, então, disse em nota que a demitiu nesta segunda (6).

Calçadas do Leblon lotadas no primeiro dia de abertura dos bares e restaurantes no Rio
Calçadas do Leblon lotadas no primeiro dia de abertura dos bares e restaurantes no Rio - Reprodução/TV Globo

Veja a nota abaixo:

A TAESA é uma companhia comprometida com a segurança e a saúde não apenas de seus empregados, mas também com o bem-estar de toda a sociedade. Desde o início da pandemia da Covid-19, a Taesa implementou inúmeras iniciativas para proteger a saúde de seus profissionais e seus familiares, como o home-office para 100% do seu quadro administrativo, e a adoção de diversas outras medidas de proteção para as equipes que operam em campo.

A companhia não compactua com qualquer comportamento que coloque em risco a saúde de outras pessoas ou com atitudes que desrespeitem o trabalho e a dignidade de profissionais que atuam na prevenção e no controle da pandemia.

A TAESA tomou conhecimento do envolvimento de uma de suas empregadas em um caso de desrespeito às leis que visam reduzir o risco de contágio pelo novo coronavírus e compartilha a indignação da sociedade em relação a este lamentável episódio, sobretudo em um momento no qual o número de casos da doença segue em alta no Brasil e no mundo.

A TAESA ressalta que segue respeitando o isolamento e as mais rigorosas regras de prevenção ao coronavírus e que a empregada em questão desrespeitou a política vigente na empresa. Diante dos fatos expostos, a TAESA decidiu por sua imediata demissão.

Com Mariana Carneiro e Guilherme Seto

LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Leia tudo sobre o tema e siga:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.