Painel

Editado por Guilherme Seto (interino), espaço traz notícias e bastidores da política. Com Catarina Scortecci e Danielle Brant

Salvar artigos

Recurso exclusivo para assinantes

assine ou faça login

Painel
Descrição de chapéu Folhajus Governo Lula

Advogada de Gleisi e amiga de Janja lideram listas para TRF-3

Aliado do ministro Luiz Marinho (Trabalho) também faz parte de relação para compor tribunal federal

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Brasília

A advogada da presidente do PT, Gleisi Hoffmann, e do ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo na Operação Lava Jato e um aliado do ministro Luiz Marinho (Trabalho) estão entre os mais votados nas listas tríplices para duas vagas destinadas à advocacia no TRF-3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região).

Presidente Lula e presidente do PT, Gleisi Hoffmann, no 26º Encontro do Foro de São Paulo, em Brasília - Pedro Ladeira/Folhapress

Verônica Sterman teve 37 votos e encabeçou a primeira lista, seguida por Marcos Moreira, com 30 votos —ele é o único homem a aparecer nas duas listas tríplices. O terceiro lugar ficou com Luciani Coimbra de Carvalho, do Mato Grosso do Sul, com 27 votos.

Sterman representou a então senadora do PT e Paulo Bernardo, com quem Gleisi era casada, na denúncia contra ambos por corrupção e lavagem de dinheiro. Eles eram acusados de terem recebido R$ 1 milhão para a campanha dela ao Senado em 2010 —ambos foram absolvidos pelo STF (Supremo Tribunal Federal).

Já Marcos Moreira foi secretário de assuntos jurídicos da Prefeitura de São Bernardo na gestão de Marinho.

A segunda lista para a vaga destinada à advocacia é liderada pela advogada Gabriela Araújo, amiga da primeira-dama Rosângela da Silva, a Janja, e ligada ao grupo Prerrogativas. Casada com o deputado estadual do PT paulista Emídio de Souza, ela obteve 42 votos.

A seguir aparece a procuradora da Fazenda Rita Maria Costa Dias Nolasco, com 40 votos. A lista é completada pela ex-procuradora de Justiça do Ministério Público de São Paulo Luiza Nagib, com 37 votos.

Uma das vagas foi aberta pela aposentadoria do desembargador federal Newton De Lucca, enquanto a outra foi criada por uma lei de 2021. Os nomes das duas listas foram obtidos a partir de duas listas sêxtuplas elaboradas pela OAB (Ordem dos Advogados do Brasil).

A relação foi reduzida pelo TRF-3. Agora, os nomes serão encaminhados para o presidente Lula (PT), que escolherá os novos desembargadores do tribunal.

LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar sete acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Leia tudo sobre o tema e siga:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.