Produtor de 'Os Simpsons' faz sucesso com críticas de redes de fast food

Perfil de Bill Oakley no Instagram tem resenhas de tacos, hambúrgueres, hot dogs e batatas fritas

Imagens do programa de gastronomia de Bill Oakley - Reprodução
Diogo Rodriguez
São Paulo

Bill Oakley foi produtor-executivo e redator de um dos desenhos de TV mais famosos, "Os Simpsons". Hoje, desempenha as mesmas funções em "(Des)encanto", novo programa de Matt Groening na Netflix. Mas o que está mesmo fazendo a sua fama é o perfil no Instagram (@thatbilloakley).

Aficionado por fast food e pelo McDonald's, Oakley decidiu fazer, em maio, uma crítica sobre os novos hambúrgueres da rede americana.

"Ia só postar no Twitter, mas estava com o celular e pensei que talvez devesse fazer um vídeo. Fez tanto sucesso que decidi continuar postando", diz Oakley. Seu perfil com resenhas de tacos, hambúrgueres, hot dogs e batatas fritas foi elogiado pelas revistas Vulture e New York.

Cada crítica tem 59 segundos. A ideia é fazer com que as pessoas recebam uma informação útil. O humor é a alma do negócio, e Bill Oakley não perde a chance de brincar com a comida e consigo.

Diferentemente do que acontecia nos "Simpsons", as críticas são um trabalho solitário. "Faço tudo no telefone." Ele mesmo edita. Por vezes recebe convidados na gravação, como o artista e cartunista Chris Onstad e Bill Prady, um dos criadores do seriado "The Big Bang Theory".

Um crítico tem seus favoritos, claro. Na categoria de melhor hambúrguer, o vencedor é o Hi Ho Burger, da Califórnia. Na lista dos piores estão os sanduíches básicos do Burger King. "Tem alguma coisa errada com eles, não é possível", diz. Figuram aí também os do Impossible Burger, que são vegetarianos, mas tentam imitar a consistência da carne.

O paladar foi útil em seu trabalho nos "Simpsons", quando se tornou um consultor informal para piadas a respeito de redes fast food. "Adorava escrever sobre o Krusty Burger", lembra, citando a lanchonete de Springfield.

A familiaridade de Homer Simpson com hambúrgueres e batatas fritas teve grande influência de Oakley. "Acho que consegui canalizar minha paixão por fast food em Homer."

O gosto por esse tipo de comida nasceu na adolescência, quando era uma façanha ir à rede de fast food mais próxima. "Eu vivia no interior. Tinha de viajar 96 quilômetros."

Seu novo programa, "(Des)encanto", não tem piadas sobre junk food. Isso porque a animação se passa na Idade Média. "No máximo, tem algo sobre peixe defumado."

Mas o roteirista quer alimentar a carreira de crítico. "Quero ter um milhão de seguidores, me tornar uma daquelas pessoas famosas que têm a própria marca de vodca, que discoteca em Las Vegas."

 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.