Veja como reaproveitar frango, arroz e outros ingredientes na cozinha

Fábio Vieira, do Micaela, dá receitas simples e dicas de como conservar e usar melhor ingredientes

São Paulo

Com a alta de preços no mercado, é hora de desengavetar o projeto de aprender a reaproveitar alimentos —e, de quebra, não disperdiçar comida.

A repórter da Folha Marília Miragaia conversou no Ao Vivo em Casa desta sexta-feira (16) sobre o assunto com o chef Fábio Vieira, à frente do Micaela, restaurante nos Jardins, em São Paulo, que acaba de ganhar uma filial em Ilhabela, litoral de São Paulo.

Para começar, uma sugestão do chef é pensar em quais lugares da geladeira é melhor armazenar diferentes alimentos. Colocar as sobras com mais tempo de vida na frente da prateleira ajudam a não esquecer o que está ali, diz Fábio.

Dicas para reaproveitar alimentos

  • Frango é um clássico do reaproveitamento: asse uma ave e use a carne que sobrou em saladas, bruschettas e risotos; os ossos também podem ser usados para fazer caldos

  • Use todas as partes de vegetais: guarde folhas e talos para fazer caldo de legumes; quando tiver uma porção, basta cobrir com água e colocar ervas e ingredientes que dão sabor, como cebola, cenoura e salsão; cozinhe até adquirir sabor

  • Experimente duas formas de reaproveitar arroz: aquecer com um pouco de caldo de legumes ou frango ou colocar na cuscuzeira para evitar que resseque

  • Faça caldos sempre que puder: além do de frango e legumes, experimente também com cabeça de peixe e de camarão; quando estiver pronto, congele e use aos poucos

  • Organize a geladeira: coloque o que já tem mais tempo de vida na frente, perto da porta, para não esquecer de usar

Outra dica é planejar a quantidade de comida feita para que ela possa ser usada em outra receita —não esqueça de checar ingredientes precisam ser usados antes que estraguem.

Fábio divide, além das dicas, algumas receitas preciosas, como a da salada de feijão da avó que, conta, leva feijão-carioca cozido e sem caldo, cebola crua, tomate, vinagre e cheiro verde.

stories Fabio Vieira
Núcleo de Imagem
Entre ele também ensina como usar dois clássicos do reaproveitamento: o arroz e o frango, que rendem diferentes receitas e ajudam a não enjoar do que já foi produzido. Como exemplo, o arroz do dia-a-dia pode virar um risoto caipira com caldo de legumes, frango desfiado e ervilha, uma receita que o chef costuma fazer para os filhos.

*

O Ao Vivo em Casa, série de lives da Folha, é transmitido no site do jornal e também em seu canal no YouTube, onde é possível mandar perguntas para os entrevistados.

Às sextas, Comida, Turismo e Ilustrada se revezam nas lives às 17h, para ouvir especialistas e trazer histórias e dicas de gastronomia, viagens e cultura durante a quarentena —e ajudar a se planejar para o que virá depois desse período.

PROGRAMAÇÃO DAS LIVES

Segunda-feira Poder

Terça-feira Folhinha

Quarta-feira Saúde

Quinta-feira Mercado e Painel S.A.

Sexta-feira Ilustrada, Turismo e Comida

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.