Descrição de chapéu

Do lombo de jaca ao nugget de tofu, livro propõe veganismo possível

'Divina Alquimia' oferece alternativas a ingredientes raros ou com preço alto

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Mais do que gostar de comer bem, àqueles que editam o jornalismo voltado à gastronomia são exigidos dois pré-requisitos: a curiosidade e o respeito por todos os tipos de culinária ao redor do globo. Em resumo, é fundamental ter a mente aberta para o que quer que se coloque no prato —e nas reportagens— à sua frente.

Como carne, bebo leite, consumo mel e ovos. Já quis parar com todos. O máximo que consegui foi eliminar das panelas em casa os animais em si, mas segui comprando seus derivados em formatos variados. Ser vegano, repetia mentalmente, dá muito trabalho.

Torta de maçã de Patricia Helú leva melado de cana e óleo de coco na massa - Divulgação

A crença limitante vem em boa parte do que já encontrei em publicações específicas —por causa delas e de suas receitas pouco práticas, fez-se o preconceito. Mas o problema, ao que parece, é que este universo sem bichos funciona como tudo no mundo: tem seus maus e seus bons exemplos.

Patricia Helú é do segundo grupo. Cozinheira consultora de restaurantes, empresas e residências para as culinárias vegana e vegetariana, ela ministra cursos e workshops. Trabalhou como assistente da chef canadense de raw food Joanne Gerrard Young e estudou no Natural Gourmet Institut em Nova York.

Em seu currículo, também constam experiências com a comida macrobiótica e a nutrição ayurvédica. Seu “Divina Alquimia”, lançado em julho passado, reúne mais de 300 receitas sem ingredientes animais e sugere que, ao contrário do que se possa pensar, ser vegano não dá tanto trabalho assim.

O livro até traz pratos mais trabalhosos, com tempo de preparo que ultrapassa uma hora cheia. A própria autora, no entanto, se mostra a par dessa, que é apenas uma entre as falsa impressões dos carnívoros sobre veganismo, e propõe alternativas mais ligeiras.

É o caso do arroz integral com cúrcuma, da salada de minifolhas com picles de beterraba, manga e castanhas ao chimichurri, e do tartar de banana e carambola, que, combinados, formam uma refeição fresca e nutritiva.

As receitas são divididas em 11 capítulos e, na introdução, Patricia apresenta receitas-base que prometem facilitar o preparo dos pratos seguintes. São sugestões bem frugais, como o sal de especiarias e o sal verde, o gersal (tempero de origem japonesa) com nori ou simples, e uma pasta de alho.

Já o leite de amêndoas, um dos grandes astros do veganismo, aparece no capítulo “Banquete Árabe”, e vale para entrar não só nos pratos ensinados por Patricia, mas em outras receitas de doces e salgados sem produtos animais de outras autorias.

A autora sabe que fala também com leitores adeptos de dietas sem qualquer restrição, e inteligentemente oferece dois capítulos que podem agradar a quem sente falta do visual que as carnes proporcionam.

São eles “Churrasco”, com tofu coalho no palito e espetinho de legumes defumados, e “Parece, mas Não É”, com um impressionante lombo de jaca idêntico àquele com que carnívoros estão acostumados.

Capa do livro 'Divina Alquimia', de Patricia Helú, publicado pela Companhia de Mesa - Divulgação

Já para substituir peixes, Patricia convoca o coco, que entra no ceviche, e os cogumelos, escalados para a moqueca. Em “Fast Food, há hambúrguer de falafel e nuggets de tofu defumado acompanhados de milkshake de banana com caramelo à base de leite de aveia.

São boas as dicas para evitar desperdício e as (poucas, mas muito válidas) propostas de substituição de ingredientes complicados de encontrar ou com preço salgado, derrubando, assim, outra barreira comum aos reticentes.

O maior brilho do livro está nas receitas de sobremesa, convidativas e inovadoras —o cheesecake, o caramelado de amêndoas e a bruxinha de doce deleite (assim mesmo, tudo junto) instigam o leitor a correr para a cozinha. Única ressalva é que poderiam estar todos reunidos em um capítulo temático, para facilitar a busca.


Divina Alquimia

  • Preço R$ 139,90 (320 páginas) e R$ 69,90 ebook
  • Autor Patricia Helú
  • Editora Companhia de Mesa
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.