Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
22/10/2012 - 05h30

Veículo apreendido vai para pátio ilegal de ex-PM na Grande SP

Publicidade

LÉO ARCOVERDE
DO "AGORA"

Instalado em um terreno particular na divisa de Embu das Artes com Cotia (Grande SP), um pátio clandestino de um ex-soldado da Polícia Militar abriga ao relento centenas de carros apreendidos e desviados ilegalmente de um depósito da Polícia Civil.

A polícia diz não saber da existência do pátio clandestino. A Corregedoria vai investigar o caso. O ex-PM afirmou que transferiu os carros por sua "conta e risco".

Na tarde da última quarta-feira, a reportagem encontrou nes­se pátio cerca de 300 carros, vários deles sem capô, porta, banco e até motor. O local não tem cobertura.

A reportagem teve acesso a boletins de ocorrência referentes a 13 desses veículos, que foram apreendidos entre fevereiro de 2010 e março deste ano por delegacias das zonas sul e oeste da capital.

Osmar Ananias da Silva, 50, é o dono do pátio.

As prefeituras de Cotia e Embu das Artes informaram que o ex-PM não tem licença para operar o pátio na divisa entre as duas cidades. Ele mesmo diz não ter nenhum documento que ateste a regularização da atividade _só um contrato de locação.

A existência desse pátio re­vela duas irregularidades: o fato de que um dono de depósito desviou veículos sem comunicar a polícia e que parte das delegacias da capital não sabe onde estão os carros que apreende.

A polícia vai apurar se o pátio foi usado como des­manche de carros; e se o ex-PM e policiais civis se apropriaram indevidamente de peças para revenda ilegal.

Parte dos carros são veícu­los recuperados de furtos ou roubos. Se os veículos tiverem sido depenados, o ex-PM pode responder por furto.

Silva foi expulso da PM em 1993, segundo a corporação, que não explicou o motivo. Ele diz que saiu da PM para "ter uma vida melhor".

Silva afirma que a polícia não sabe que ele transferiu carros apreendidos para um depósito ilegal. "Estão lá por minha conta e risco." Diz que vai regularizar a situação.

De acordo com o ex-soldado da PM, ele possui um depósito com autorização para receber veículos apreendidos pela polícia em Embu das Artes, mas, como o local está lotado, transferiu os carros para o pátio clandestino.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página