Disque Denúncia do RJ faz campanha para combater maus-tratos a macacos

Crédito: Divulgação

DA AGÊNCIA BRASIL
DE SÃO PAULO

O Linha Verde, programa do Disque Denúncia para delatar crimes ambientais, lançou uma campanha contra o ataque a macacos no Rio de Janeiro, depois da morte de 118 primatas apenas neste ano. Os animais são hospedeiros da febre amarela silvestre e, apesar de não transmitirem a doença, são às vezes atacados pela população.

"Não mate os macacos. Eles não transmitem a doença, indicam as áreas de maior risco de transmissão do vírus da febre amarela e orientam as campanhas de vacinação", afirma post da Linha Verde divulgado nas redes sociais.

Febre Amarela

O óbito de macacos é, na verdade, um dos sinais da circulação do vírus da febre amarela em uma determinada área, pois eles são picados pelo mesmo mosquito que pode infectar o ser humano –é o mosquito, não o macaco, que transmite o vírus ao homem.

O Disque Denúncias pede que casos de agressão e morte de macacos sejam denunciados pelos telefones (21) 2253-1177, para chamadas na capital; 0300-253-1177, para chamadas do interior do Estado; ou pelo aplicativo do órgão, onde é possível enviar fotos e vídeos, sempre com a garantia do anonimato.

As denúncias recebidas pelo Linha Verde serão encaminhadas ao Comando de Polícia Ambiental e à Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente.

Dos 118 macacos mortos desde o início do ano no Rio, mais da metade sofreram espancamento ou envenenamento, segundo a Subsecretaria de Vigilância, Fiscalização Sanitária e Controle de Zoonoses da Secretaria Municipal de Saúde.

Em São Paulo, foi a morte de um bugio, no início de outubro, no Horto Florestal, que deu início a ações preventivas como o fechamento de parques a a imunização de moradores de áreas próximas. Em pouco mais de 30 dias, mais de 1 milhão de pessoas foram imunizadas na região.

Com o crescimento dos casos de febre amarela, os Estados do Rio e de São Paulo começaram nesta quinta (25) uma campanha emergencial de vacinação. No Rio, o mutirão atinge 15 cidades, incluindo a capital. Em São Paulo, ele abrange 53 cidades, além de 20 distritos da capital paulista. A Bahia entrará na campanha no dia 19 de fevereiro.

Crédito:
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.