Descrição de chapéu Alalaô carnaval

Carnaval de SP exalta Maranhão e Martinho da Vila na 1ª noite de desfiles

Ao todo, 14 escolas de samba passarão pelo sambódromo em dois dias

Ensaio da escola Unidos do Peruche durante ensaio técnico no Sambódromo do Anhembi
Ensaio da escola Unidos do Peruche durante ensaio técnico no Sambódromo do Anhembi - Nelson Antoine/UOL
São Paulo

O desfile das escolas de samba de São Paulo começa nesta sexta-feira (9), às 23h15, quando a Independente Tricolor entrará no Sambódromo do Anhembi, na zona norte de São Paulo.

Em sua noite de estreia no Grupo Especial, a Independente será sucedida por  Unidos do Peruche, Acadêmicos do Tucuruvi, Mancha Verde, Acadêmicos do Tatuapé, Rosas de Ouro e Tom Maior –que entrará na avenida às 5h45.

A Tatuapé, atual vencedora, investirá em homenagem ao Maranhão para buscar o bicampeonato. Na letra do samba, a "terra da encantaria" é exaltada pela força da cultura negra e pelo folclore popular, como o "bumba-meu-boi" e os cultos afro-brasileiros.

Heptacampeã do Carnaval, que venceu pela última vez em 2010, a Rosas de Ouro achou inspiração nos caminhoneiros para fazer o desfile "Pelas Estradas da Vida, Sonhos e Aventuras de um Herói Brasileiro".

A dupla sertaneja Maiara e Maraísa chamará o samba da escola na avenida e depois aparecerá no quinto carro alegórico. A Rosas também fará menção aos personagens caminhoneiros Bino e Pedro, do seriado televisivo "Carga Pesada".

Seis vezes vice-campeã, a Peruche brigará por sua primeira conquista com o aniversário de 80 anos do sambista Martinho da Vila como mote do desfile.

O samba-enredo tratará da trajetória do músico fazendo referências aos sambas que ele compôs.

A Independente, escola criada pela maior torcida organizada do São Paulo Futebol Clube, escolheu os filmes de terror como tema. Figuras como Nosferatu e Freddy Krueger marcarão presença, bem como Zé do Caixão.

A apresentação da Mancha Verde, composta de membros da mais conhecida organizada do Palmeiras, terá como assunto o grupo de pagode Fundo de Quintal, cujos membros participarão do desfile.

A Tucuruvi teve 90% de suas fantasias queimadas por um incêndio em janeiro e participará do desfile sem risco de rebaixamento –exceção combinada devido ao acidente. Ela terá como enredo os museus do país.

No segundo dia de desfiles, X-9, Império de Casa Verde, Mocidade Alegre, Vai-Vai, Gaviões da Fiel, Dragões da Real (vice em 2017) e Vila Maria se apresentarão. O evento começará às 22h30, e a última escola entrará na avenida às 5h.

A apuração está prevista para terça (13), às 16h15.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.