Menino desaparece após cair em córrego durante temporal na zona leste de SP

Chuvas fortes provocaram alagamentos e afetaram o trânsito da cidade

Bombeiros fazem buscas por criança levada por córrego durante chuva na zona leste de SP
Bombeiros fazem buscas por criança levada por córrego durante chuva na zona leste de SP - Rubens Cavallari/Folhapress


São Paulo

Chuvas fortes causaram transtornos ao paulistano nesta segunda-feira (26) com vários pontos de alagamento e trânsito acima da média. Um córrego na zona sul chegou a transbordar e os bombeiros iniciaram buscas por um menino que teria caído em um outro córrego, na zona leste. 

O garoto de 9 anos desapareceu na enxurrada ao buscar uma bola ao lado de um córrego na rua Leopoldo de Freitas, região da Penha, por volta das 16h. 

De acordo com informações do capitão Marcos Palumbo, porta-voz da corporação, o menino estava em um gramado ao lado do córrego, caiu e foi levado pela correnteza. “Um amiguinho viu ele sendo arrastado, nos chamou e já começamos a busca. A correnteza leva ao piscinão Rincão, na Vila Matilde”, diz Palumbo.

Os trabalhos serão retomados às 5h30 desta terça (27) em quatro pontos: piscinões da Vila Matilde, da Penha e de Aricanduva e na saída da marginal Tietê, no córrego Aricanduva.

As chuvas tiveram início por volta das 14h, na zona leste, e se espalharam fazendo com que o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergência), da prefeitura, colocasse toda a cidade em estado de atenção. A subprefeitura de Campo Limpo evoluiu para estado de alerta por conta do transbordamento do córrego Morro do S. 

A linha 10-turquesa da CPTM teve a circulação afetada durante a tarde por conta de um alagamento na altura da estação Utinga e a linha 1-azul do metrô ficou com a circulação interrompida entre a Luz e a Armênia por uma falha de energia. Os dois problemas foram normalizados ainda durante a tarde. 


Ao todo, a cidade registrou 17 pontos de alagamento. Com isso, o trânsito acima da média durante a tarde e o início da noite. O pico foi às 18h30, quando foram registrados 95 km de congestionamento, o que corresponde a 10,9% dos 868 km de vias monitoradas –a média do horário é de 8,6%.

A pior região foi a oeste, que chegou a ter 23 km de lentidão, e a pior via foi a marginal Tietê, com quase 10 km de lentidão na pista expressa, sentido Ayrton Senna. 

Os aeroportos de Congonhas (zona sul) e de Cumbica, em Guarulhos (Grande SP), não registraram atrasos ou cancelamentos por conta das chuvas. 

As chuvas desta segunda foram provocadas pelo deslocamento de áreas de instabilidade, vindas da região leste do Estado. Houve registro de granizo em Pirituba (zona norte) e rajadas de vento de até 42 km/h no aeroporto Campo de Marte. 

Nos próximos dias, o tempo continuará com condições típicas do verão. Segundo o CGE, o fluxo de ar quente e úmido proveniente da região Centro-Oeste ajuda a formar áreas de instabilidade. As pancadas de chuva serão mais frequentes, principalmente no final das tardes. 

Agora
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.