Temer viaja a SP para discutir nome de ministro da Segurança Pública

Nova pasta é mais uma investida do presidente após intervenção no Rio

Marina Dias
Brasília

O presidente Michel Temer viaja nesta terça-feira (20) a São Paulo para fazer novas consultas sobre o nome que escolherá para o Ministério de Segurança Pública.

De acordo com auxiliares, o presidente deve voltar do Rio no início da tarde, participar de um evento no Palácio do Planalto com representantes das federações de indústria e, no início da noite, embarcar para a capital paulista.

Em São Paulo ficam os principais conselheiros de Temer na área jurídica, como o advogado Antonio  Claudio  Mariz.

A criação da nova pasta é mais uma investida do presidente na agenda de segurança pública. Temer resolveu apostar na temática ao decidir fazer uma intervenção federal na segurança do Rio, na semana passada, e esvaziar o Ministério da Justiça, hoje sob comando do ministro Torquato Jardim.

Segundo apurou a Folha, o novo ministro, que vai chefiar a Polícia Federal, deve ser anunciado nesta semana, mas o presidente ainda tem dúvidas sobre o perfil ideal do novo titular da área.

Para evitar uma nova crise com o Congresso Nacional, o presidente Michel Temer considera criar o novo ministério por meio de um projeto de lei em regime de urgência.

O Palácio do Planalto já havia preparado o texto de uma medida provisória, que seria publicado nesta semana e cujos efeitos seriam imediatos.

As iniciativas, no entanto, precisam ser posteriormente aprovadas pelo Congresso Nacional para que continuem em vigor.

Presidente Michel Temer (MDB) assina decreto de intervenção das Forças Armadas no Rio
Presidente Michel Temer (MDB) assina decreto de intervenção das Forças Armadas no Rio - Pedro Ladeira/Folhapress
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.