Descrição de chapéu Rio de Janeiro

Homem morre baleado na Rocinha com filho no colo, diz família 

De acordo com moradores, ele estaria segurando o bebê de dez meses quando foi atingido

Rio de Janeiro
Militares se reúnem em volta de caixão com coroa de flores
26/03/2018 - Enterro de Matheus da Silva Duarte, morto na Rocinha, e que foi acusado por policiais de ter atirado contra os PMs. Foto: Alexandre Cassiano / Agência - Agência O Globo

Um homem foi morto baleado na favela da Rocinha, zona sul do Rio, no fim da tarde desta quinta-feira (29). Familiares afirmam que Davidson Farias de Sousa, 28, estava com o filho de dez meses no colo.

A Polícia Militar afirmou que não houve troca de tiros com criminosos da região no momento do crime. Em nota, a corporação declarou que agentes ouviram disparos quando patrulhavam a localidade conhecida como Vila Verde.

"Como não se viu a origem dos disparos, não houve revide por parte dos policiais militares. Logo a seguir a equipe tomou conhecimento que um homem baleado havia sido socorrido para a UPA Vila Verde e não resistira ao ferimento. Não temos outras informações", diz a nota.

Familiares de Sousa afirmaram ao "RJTV" TV Globo que Sousa estava com o filho de dez meses no colo, que caiu e precisou de atendimento na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da favela.

A Secretaria Municipal de Saúde não confirmou ter atendido um bebê nessas condições no fim da tarde.

No fim de semana, uma operação da Polícia Militar ao fim de um baile funk na comunidade terminou com ao menos oito mortos.

O Rio está sob intervenção federal na área de segurança pública há pouco mais de um mês. Procurado, o gabinete dos interventores não comentou a ação até o começo desta noite.

Desde setembro, quando teve início a Ação Continuada da Polícia Militar na favela, 53 pessoas morreram na Rocinha, entre eles dois PMs e uma turista espanhola. 

UOL
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.