Descrição de chapéu Rio de Janeiro

Suspeito é morto após roubo a vereador no Rio

Segundo a PM, ele faz parte do grupo que assaltou o vereador Daniel Martins (PDT) na zona sul

São Paulo

Um suposto assaltante foi morto em tiroteio com a Polícia Militar na noite de sexta-feira em Botafogo, no Rio. Segundo a Polícia Militar, ele faz parte do grupo que assaltou o vereador Daniel Martins (PDT) em Laranjeiras, na zona sul, horas antes.

O carro do parlamentar tem rastreador, o que fez com que os criminosos fossem localizados, de acordo com a PM. Após o tiroteio, cinco homens foram presos. A polícia apreendeu quatro armas, cartuchos e diversos celulares.

O vereador estava com os dois filhos pequenos no carro. Ninguém ficou ferido.  

Foi o segundo tiroteio em Botafogo no mesmo dia. À tarde, duas pessoas ficaram feridas em assalto a uma lanchonete do bairro.  O Rio de Janeiro está sob intervenção federal na segurança pública desde fevereiro. 

Em 14 de março, a também vereadora Marielle Franco (PSOL), 38, foi assassinada na zona norte do Rio. Ela e o motorista do carro, Anderson Gomes, 39, foram baleados e ambos morreram. Até agora, os autores são desconhecidos. 

Sem dar detalhes, o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, disse que o assassinato pode ter ligação com milícias.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.