Descrição de chapéu Obituário Ana Maria Fernandes (1948 - 2018)

Mortes: Dentro e fora da UNB, viveu para construir instituições

Pesquisadora, acreditava no ideal de uma universidade integrada à sociedade

São Paulo

Quem a visse de vestido rodado e de sandálias rasteiras, no melhor do estilo hippie, talvez subestimasse o papel de Ana Maria Fernandes na UNB (Universidade de Brasília).

Professora titular da instituição, tinha como projeto de vida a luta por uma universidade de excelência, que produzisse ciência e tecnologia em prol da sociedade.

Ana Maria nasceu em Dores do Indaiá, no interior de Minas Gerais, mas morou a maior parte da vida em Brasília. Formou-se em ciências sociais pela UNB e fez doutorado em Oxford, na Inglaterra, contrariando a tradição acadêmica da época de estudar na França.

Também estudou no MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts), nos Estados Unidos, onde fez pós-doutorado na área de sociologia do conhecimento e da tecnologia.

De volta ao Brasil, foi premiada pela Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais (Anpocs). 

Também foi vice-presidente da SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência), dirigiu a Editora UNB e coordenou centros de pesquisa da universidade.

Nas palavras de companheiras suas de trabalho, Ana Maria viveu para construir instituições, dentro e fora da UNB. Por onde passou, deixou sua marca de compromisso e seriedade na vida acadêmica.

Fora das salas de aula, refugiava-se no litoral sul da Bahia quando queria sossego. Tinha um sítio em Nova Viçosa e passava os dias se dividindo entre a praia e o cuidado com o jardim. 

Chamou a sua terra prometida de Pasárgada, e lá vivia como rainha.

Morreu no dia 2 de maio, aos 69 anos, vítima de um câncer. Deixa o marido, Maxwell Sharatt, e as filhas, Karla e Mariana.


coluna.obituario@grupofolha.com.br

Veja os anúncios de mortes

Veja os anúncios de missas​​​​

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.