Descrição de chapéu Agora

Universitário é morto em tentativa de assalto no Butantã, em SP

Crime ocorreu na quarta-feira; criminosos sofreram acidente

Jéssica Lima
São Paulo | Agora

O estudante de arquitetura e urbanismo Gustavo Henrique Duque Castilho de Moraes, 22, foi morto na última quarta-feira (20) no Butantã (zona oeste de São Paulo) durante uma tentativa de assalto.

Estava com um amigo de 23 anos, que dirigia e não se feriu. Quando passaram pelas avenidas Escola Politécnica com a Kenkiti Simomoto, próximo à USP (Universidade São Paulo), às 21h, foram surpreendidos por dois jovens em uma moto.

Gustavo Henrique Duque Castilho de Moraes, de 22 anos
Gustavo Henrique Duque Castilho de Moraes, de 22 anos - Reprodução/Facebook

Um suspeito adulto e outro de 17 anos anunciaram o assalto. No susto, segundo a polícia, o motorista acelerou e o adulto, que fez a abordagem, acertou um tiro na nuca de Moraes, no banco do passageiro. Os dois bandidos fugiram na moto sem levar nada.

Moraes foi levado ao Hospital das Clínicas, mas não resistiu. Segundo o delegado Elder Hamilton Leal, do 91º DP (Vila Leopoldina), ele teve morte cerebral decretada quando o resgate chegou.

Os suspeitos foram perseguidos por policiais militares, que deram ordem de parada. Em seguida, bateram no poste de um semáforo a cerca de 2,4 km de onde o crime aconteceu.

O suspeito adulto foi levado ao Hospital Universitário e, com ele, foram apreendidos R$ 201, um revólver e um celular. O adolescente foi para o Pronto Socorro Bandeirantes e a polícia apreendeu o celular que estava com ele.

Em nota, a Universidade São Judas, onde Moraes estudava, lamentou a morte de seu aluno e manifestou condolência a amigos e familiares da vítima.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.