Juventude tucana pede 'like' em troca de dia com Covas; oposição contesta

Grupo do PSDB oferece acompanhar prefeito, e petista aciona Promotoria

Artur Rodrigues
São Paulo

Jovens militantes do PSDB lançaram em redes sociais uma ação que prevê escolher um internauta para passar um dia com o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB). Entre as condições para concorrer estão curtir e divulgar a página do grupo.

A oposição ao tucano viu na campanha o uso da estrutura do gabinete em prol do partido e decidiu acionar o Ministério Público. A gestão Covas nega uso da máquina pública.

Promovida pela Juventude do PSDB da Cidade de São Paulo, a ação foi batizada como "Um dia com o prefeito".

Além de curtir a página do grupo, os candidatos devem compartilhar o post da ação, marcar três amigos e escrever uma frase com as palavras "Juventude" e "São Paulo", além de ter entre 16 e 29 anos.

O dono da melhor frase vai poder acompanhar a rotina de Bruno Covas na prefeitura, de acordo com a campanha.

O presidente da Juventude do PSDB da capital paulista, Ramirez Lopes, 23, afirmou à Folha que o prefeito topou participar da ação. "Ele salientou que seria legal se ampliasse e não deixasse restrito ao partido", afirmou. Por isso, não há nenhuma restrição que pessoas ligadas a outros partidos se candidatem.

O objetivo, diz, é fazer com que jovens entendam o funcionamento do Poder Executivo. Questionado sobre a exigência de "likes", Lopes negou que a ação tenha sido pensada para alavancar o alcance da página, atualmente com menos de 1,6 mil curtidas. "Se é uma iniciativa nossa, nada mais justo do que o pessoal acompanhar o nosso trabalho [na rede social]", disse. 

No Facebook, candidatos já arriscaram suas frases. "A juventude de São Paulo será a faísca que incendiará a mudança deste país", escreveu um internauta identificado como Sérgio Junior. "A juventude é a revolução que São Paulo precisa", postou Ruan dos Santos.

O líder do PT na Câmara Municipal, vereador Antonio Donato, afirmou que vai entrar com representação contra a medida no Ministério Público. "O PSDB não tem o menor constrangimento em usar a estrutura do gabinete do prefeito para promover a legenda", afirmou o petista.

Donato diz que os candidatos a passar um dia com Covas acabariam presenciando campanha eleitoral, em menção ao fato de que o prefeito coordenará na cidade a campanha de Geraldo Alckmin à Presidência da República.

Questionada sobre esse assunto, a assessoria de imprensa da gestão Covas afirmou que "o prefeito ainda vai analisar a forma apropriada de receber os jovens que tenham interesse em participar".

"Não há uso de máquina, o que a gestão Covas repudia. O prefeito entende que como líder deve estimular a participação da juventude na política como forma de renovação e oxigenação dos quadros públicos", afirma nota da prefeitura. O comunicado afirma ainda que Covas está aberto a demandas da juventude. 

O prefeito tem trazido quadros da juventude tucana para o governo. Neste mês, ele nomeou o presidente estadual da Juventude do PSDB, Lucas Sorrillo, como seu secretário executivo. Ele é mais um tucano da nova geração ao redor de Covas, a exemplo de Gustavo Garcia Pires, que tem a mesma função.

 
 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.