SP pode ter recorde de frio no final de semana, com menos de 10°C

Massa de ar frio avança da Argentina e mantêm as temperaturas baixas

 
Após neve, vegetação amanhece congelada em Urupema (SC), nesta sexta-feira (10)
Após neve, vegetação amanhece congelada em Urupema (SC), nesta sexta-feira (10) - Marilia Sutil/Futura Press/Folhapress
Ely Grion
São Paulo

Uma nova frente fria derruba as temperaturas a partir desta sexta-feira (10) no centro-sul do Brasil, e o final de semana promete ser gelado nos estados das regiões Sul e Sudeste e em alguns estados da região Centro-Oeste, onde inclusive podem ocorrer geadas.

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a massa de ar frio avança da Argentina e mantêm as temperaturas baixas, principalmente nas madrugadas.

No estado de São Paulo haverá queda acentuada das temperaturas nas regiões sul e sudeste. Na serra da Mantiqueira pode ter geada, com mínima de 5°C. Na capital e Grande SP a temperatura deve cair até os 9°C, podendo registrar a menor temperatura do ano.

No sábado, a máxima não deve passar dos 19°C na capital. O tempo deve se manter sem chuva até a próxima terça-feira (14). Já no domingo as máximas voltam a subir principalmente no interior, mas pouco na capital.

"As temperaturas tendem a subir gradativamente no decorrer da próxima semana, mas durante as madrugadas ainda continua frio até segunda-feira (13)", disse Neide Oliveira, meteorologista do Inmet. 

O mar deve ficar bastante agitado devido aos ventos fortes gerados por um ciclone extratropical de baixa pressão que está sob o oceano. No Rio de Janeiro, em Minas Gerais e Espírito Santo a tendência é que o ar polar também deve começar a atuar com mais força fazendo com que as temperaturas também caiam.

Na região sul do país a previsão é de temperaturas negativas e perto da casa de zero grau nos três estados. Ainda nesta sexta-feira (10) há condição de chuvas leves nas faixas leste do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, mas no fim de semana o tempo deve ficar firme e seco.

No sábado, as máximas devem ficar em 15°C e no domingo sobem para 25°C. Também no domingo haverá "condição de geada, principalmente nas regiões mais altas e no interior dos três estados", diz Rogério Rezende, do Inmet.

Já os estados da região centro-oeste, principalmente em Mato Grosso, a previsão é que o tempo continue seco, por causa de uma massa de ar, e a umidade volta a ficar abaixo do ideal. "Não há previsão de chuva, pois essa massa de ar impede a chegada da frente fria", segundo Marina Padilha, meteorologista do Inmet, em Cuiabá. As mínimas ficam em 20°C e as máximas devem chegar aos 38°C.

No restante do Brasil, tem previsão de pancadas de chuva de forma isolada no litoral do Rio Grande do Norte e Alagoas, no fim de semana, com máxima em 28°C e mínima de 21°C. Na região norte, o calor e a alta umidade do ar, que provoca aumento de nuvens faz com que ocorra pancadas de chuva no Amazonas e em Roraima. Máxima de 23°C e mínima de 35°C na região norte do país.

Neve

Na região serrana do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina foi confirmada a previsão de neve na tarde da quinta (9).

Na parte mais elevada de Urubici (SC) era possível perceber a acumulação da neve nos campos por volta das 17h. Já na região de Caxias do Sul, na área mais baixa da serra gaúcha, caiu chuvisco congelado.

Nesta sexta (10) foi a vez de Urupema, na serra catarinense, amanhecer com os campos congelados e marcas das baixas temperaturas que chegaram a -1ºC, com sensação térmica de -5,4ºC.

UOL
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.