PM troca tiros com criminosos, mata 2 e acha 370 kg de maconha em motel de SP

Suspeitos usavam motel de fachada para armazenar droga vinda do Paraguai

Tabletes de maconha em porta-malas de carro estacionado em motel na zona leste de SP
Tabletes de maconha em porta-malas de carro estacionado em motel na zona leste de SP - Edu Silva/Futura Press/Folhapress
São Paulo

A Polícia Militar matou dois suspeitos, prendeu outros oito e apreendeu 370 quilos de maconha em um motel na região da Penha, na zona leste da capital paulista, na noite desta quinta-feira (20).

Uma denúncia anônima encaminhada à polícia apontou que o motel, localizado na avenida Condessa Elisabeth de Robiano, era usado como fachada pela quadrilha para armazenar carregamentos de maconha provenientes do Paraguai.

No boletim que relata a ocorrência, os policiais militares disseram que quando chegaram ao local foram recebidos a tiros pelos suspeitos e revidaram. Na troca de tiros, um criminoso morreu no local e o segundo em um hospital da região. Nenhum militar se feriu no tiroteio.

A droga e os suspeitos detidos foram encaminhados à sede da Polícia Federal, na zona oeste, que vai investigar o caso por se tratar de tráfico internacional de drogas. Também foram apreendidos no local cinco carros e mais duas armas de calibre restrito –uma pistola 9 mm e outra .40.

A Polícia Federal informou à reportagem da Folha que, agora, trabalha para identificar os responsáveis pela droga e o seu destino. Todos os presos vão responder na Justiça Federal pelo crime de tráfico internacional de drogas e serão levados ao sistema prisional paulista.

A identificação dos criminosos não foi divulgada pela Polícia Federal.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.