Travesti esfaqueia motorista de ônibus e atropela mulher em SP

Travesti se irritou com micro-ônibus parado em ponto de prostituição

Denis Botana
São Paulo

Uma travesti esfaqueou um motorista de ônibus da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo) e atropelou uma mulher no Butantã, na zona oeste de São Paulo, na tarde desta segunda-feira (1º).

Segundo a polícia, a travesti se irritou com o motorista, pois ele havia estacionado seu micro-ônibus no local onde ela faz ponto de prostituição. Por volta das 17h, após persegui-lo com o seu carro até a avenida Vital Brasil, ela o atacou com uma faca quando o ônibus parou.

O cobrador tentou correr atrás da travesti com uma barra de ferro, mas foi atingido por um carro que passava na rua. Ao tentar fugir, a travesti invadiu com seu carro uma calçada ao lado da estação Butantã do metrô e atingiu uma mulher que estava sentada. Ela sofreu uma fratura exposta ao ser prensada na parede e foi levada ao Hospital das Clínicas.

Pessoas que estavam no local agrediram a travesti, que sofreu uma fratura no braço e foi levada por policiais ao Hospital Universitário, na USP. Quando deixar o hospital, ela responderá por tentativa de homicídio. O motorista está internado no Hospital das Clínicas, o cobrador sofreu apenas ferimentos leves e não foi hospitalizado.

O caso será investigado pela Polícia Civil.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.