Descrição de chapéu Agora

Mar de luzes natalinas em sítio emociona crianças e adultos no interior de SP

Entidade abre portões e mostra espetáculo com 4,5 milhões de luzes em Sorocaba

Tatiana Cavalcanti
Sorocaba | Agora

O céu estrelado some quando as 4,5 milhões de luzes se acendem no sítio do Centro Espiritual Céu Sagrado, em Sorocaba (99 km de SP), no Natal Iluminado, evento que já virou tradição na cidade e recebe, segundo os organizadores, 400 mil pessoas no período natalino.

Ao som de “Happy Christmas” (Feliz Natal), de John Lennon, e pontualmente às 20h15, a enorme iluminação espalhada ao longo de 20 mil metros quadrados, segundo o centro, é acesa ao mesmo tempo. 

O evento, que começou em 25 de novembro, prossegue até 5 de janeiro, das 19h às 22h —exceto nos dias 24 e 31 ou quando chove. 

Na última quarta (19), famílias se emocionaram ao ver uma estátua de Jesus Cristo de dez metros surgir no lago. O presépio de luzes também chamou a atenção. A árvore de Natal, com enfeites que remetem ao clássico “O Quebra-Nozes”, é rodeada por duendes e fadas iluminados. 

O Natal Iluminado no sítio do Centro Espiritual Céu Sagrado é a maior decoração natalina privada do mundo, segundo seu diretor Luciano Dini. - Ronny Santos/Folhapress

“A hora que as luzes acendem, a magia acontece”, afirma o líder espiritual Luciano Dini, presidente do Céu Sagrado, responsável pela decoração natalina, que custou R$ 280 mil. O ingresso para entrar no sítio e passear pelo mar de luzes é 1 kg de alimento não perecível por pessoa, exceto sal e açúcar, ou 1 litro de leite.

Moradores de Sorocaba, o metalúrgico Emerson Pereira da Silva, 35, e a mulher, a auxiliar de produção Paula Lima Santos, 26, visitaram a decoração pela primeira vez. “Todo mundo fala superbem, já virou tradição. Desde o ano passado queríamos vir. Não nos arrependemos”, diz Silva.

"Fiquei arrepiada, é fantástico”, diz Paula. O auxiliar de logística Paulo Ikeda, 51 anos, destaca o ingresso. “Você traz 1 kg de alimento, que eles entregam a quem precisa, e ainda sai encantado”, afirma.

Festa começou discreta

O Natal Iluminado no Centro Espiritual Céu Sagrado, em Sorocaba, que chega a atrair 10 mil pessoas por dia, segundo os organizadores, começou há 14 anos de forma intimista, apenas aos frequentadores do centro que segue a linha do Santo Daime, segundo o presidente, Luciano Dini.

“Começou discreto, era fechado, só para a igreja, com apenas uma árvore de Natal. A decoração aumentou um pouco no ano seguinte e no outro. Aí o pessoal gostou e cada um perguntava se poderia trazer um amigo ou um parente. Quando vimos, tinha uma multidão”, afirma. 

Ele diz que o “boom” aconteceu há quatro anos. “Daí pensamos que, com tanta gente, poderíamos arrecadar mantimentos para doar, e assim começamos a pedir essa ajuda, mas sem cobrar nada em dinheiro.”

Dini afirma que sua decoração é a maior do mundo em área privada. “Tem um australiano que está no livro do Guinness World Records como recorde de maior decoração natalina do mundo, com 600 mil lâmpadas. Nós temos 4,5 milhões”, diz.

Os recursos para realizar o evento são obtidos na venda de comidas e bebidas em barracas durante o Natal Iluminado. A decoração custou R$ 280 mil. “Tenho ajuda de voluntários e conseguimos fazer a festa. Não temos patrocinadores, mas seria bom para manter essa tradição. Vale a pena pela alegria do povo.”

Casa do Papai Noel

A autônoma Kátia Regina Vieira de Moraes, 40, precisou viajar de Ibiúna (69 km de São Paulo) em dois carros, para levar toda a família para ver a decoração de Natal em Sorocaba.

Local tem 4,5 milhões de lâmpadas distribuídas num espaço de 20 mil metros quadrados, com jardins, árvores, lagos e também a casa do Papai Noel - Ronny Santos/Folhapress

O lugar favorito da família foi a casa do Papai Noel, superdecorado com o tema do “Quebra-Nozes”. “O pisca-pisca é muito legal”, afirma Lucas, 6. A mãe dele, a autônoma Larissa Regina de Oliveira Datschuki, 22, também gostou. “Quando vi nas redes sociais, disse que precisávamos trazer as crianças. E elas estão eufóricas.”

Kátia conta que, do grupo de nove pessoas, duas das crianças acreditam em Papai Noel. “Adoraram, foi lindo”, disse a autônoma.

A filha de Kátia, a dona de casa Jheniffer de Moraes, 24, concorda. “É encantador, parece até que estamos em um filme. É agradável passar a noite assim em família.”

Essa foi a primeira vez do grupo, que viajou quase uma hora para admirar o Natal Iluminado no sítio do Centro Espiritual Céu Sagrado. 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.