Descrição de chapéu Tragédia em Brumadinho

Imprensa internacional destaca tragédia em Brumadinho e relembra Mariana

Três anos após maior tragédia ambiental, Brasil revive situação

São Paulo

O rompimento de três barragens da mineradora Vale em Brumadinho (MG), na Grande Belo Horizonte, nesta sexta-feira (25) repercutiu entre os principais jornais do mundo.

No inglês The Guardian, a chamada ocupava um espaço no alto da homepage com o título de “Rompimento de represa no Brasil: centenas de desaparecidos após desastre na mineração”. O  texto destacava ainda que a tragédia “lançou uma onda de lama inundando uma comunidade de Brumadinho”.

No espanhol El País, a chamada também vinha com destaque no site. “Bombeiros buscam 200 pessoas após rompimento de barragem no Brasil”. O jornal lembrou que o acidente acontece pouco mais de três anos após a “tragédia de Mariana, a mais grave da história do país”.

O americano The New York Times noticiou com menos destaque, quase no fim da página principal, em chamada apenas com texto, sem foto.

“Rompimento de barragem de mineração no Brasil inunda comunidade próxima, deixa carros e ônibus submersos e leva ao desaparecimento de 200 pessoas”, escreveu o veículo.

O site trazia um vídeo com pessoas soterradas pela lama sendo resgatadas pelos bombeiros.

Outro a dar destaque foi o francês Le Monde. “Rompimento de barragem de mineração no Brasil deixa 200 desaparecidos”. O texto destacava relato de um chefe dos bombeiros. “De acordo com testemunhos que recebemos, há várias mortes”.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.