Descrição de chapéu Agora

Prefeitura de SP retoma editais de concessão de parques à iniciativa privada

Ideia inicial é repassar ao setor privado o Ibirapuera e outros cinco parques da cidade

São Paulo | Agora

A Prefeitura de São Paulo, sob a gestão de Bruno Covas (PSDB), anunciou nesta terça-feira (8) a retomada da concessão para a iniciativa privada do Ibirapuera e outros cinco parques.

De acordo com a administração municipal, as principais alterações no edital em relação à primeira versão dizem respeito às obrigações que o concessionário terá nos parques da periferia.

“A implantação de equipamentos esportivos, playground, pistas de caminhada, iluminação, mobiliário, entre outros, passa a ser obrigatória. O valor previsto de investimentos nos parques será de R$ 167 milhões”, diz a nota.

Haverá um período de transição, segundo a prefeitura. O concessionário que ficar em posse dos equipamentos terá que assumir imediatamente os parques Lajeado (zona leste) e Tenente Faria Lima (zona norte). Os parques Ibirapuera (zona sul) e o Eucaliptos (zona oeste) serão assumidos a partir do sétimo mês de contrato. O Jacintho Alberto (zona norte) e o Jardim Felicidade (zona oeste), no 13º mês.

“Foi possível avaliar todos os pontos colocados e questionados. O sistema de mensuração de desempenho das concessões nos parques da periferia foi repensado, o que garantirá que o cuidado desses espaços seja também uma prioridade da concessionária”, disse o secretário adjunto de Desestatização e Parcerias, Rogério Ceron.

Previsão é assinar até maio

O edital ficará aberto por 60 dias. Na sequência será feita a licitação, onde serão recebidos os documentos e homologado o vencedor. A prefeitura espera poder assinar o contrato de concessão em maio deste ano.

Segundo a gestão municipal, “o concessionário vencedor fica obrigado a manter o acesso das áreas verdes livre e gratuito durante os 35 anos de concessão”.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.