Caminhão bate e interdita trecho da ponte da Casa Verde, em SP

Gestão Covas afirmou que estrutura irá passar por obras emergencial para recuperar viga

São Paulo

​A gestão Bruno Covas (PSDB) interditou nesta quinta-feira (21) a faixa da direita da ponte da Casa Verde (zona norte), no sentido bairro-centro, após um caminhão bater na estrutura. A colisão ocorreu no início da tarde.

Segundo a prefeitura, a estrutura passou por avaliação nesta sexta (22) em que foi constatada a necessidade de obras emergencial para a recuperação da viga. Outra batida de caminhão atingiu a mesma viga menos de 48 horas antes do acidente desta quinta. Os trabalhos serão feitos pela empresa Engeti Consultoria e Engenharia. 

A mesma faixa da direita no sentido bairro-centro vai permanecer interditada até a conclusão das obras. 

A ponte Freguesia do Ó também foi interditada parcialmente nesta sexta após empresa de engenharia constatar que a estrutura oferece risco ao suportar mais carga do que previu seu projeto original. 

Ponte da Casa Verde, na marginal Tietê, vista do alto
Ponte da Casa Verde, na marginal Tietê, vista do alto - Joel Silva/Folhapress

O Corpo de Bombeiros recebeu um chamado sobre a colisão. Uma equipe foi ao local e acionou agentes da prefeitura. A interdição foi decidida pela Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e Obras. 

A Ponte da Casa Verde integra uma relação de 16 pontes e viadutos da cidade que precisam de perícia completa sobre o risco de colapso. 

A gestão Covas começou a fazer um pente-fino das estruturas viárias após o viaduto da pista expressa da marginal Pinheiros, perto do parque Villa-Lobos, ceder em novembro do ano passado. Está prevista para março a liberação para circulação de carros desse viaduto.

Em 23 de janeiro, a prefeitura também interditou a ponte que liga a rodovia Presidente Dutra pela pista expressa da marginal Tietê. O fechamento ocorreu depois de uma vistoria identificar rompimento de uma viga de apoio da estrutura. 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.