Descrição de chapéu Rio de Janeiro

Com previsão de nova chuva forte nos próximos dias, Rio cancela aulas

Temporal da última semana deixou sete mortos e há áreas ainda sujas e sem luz

Rio de Janeiro

Ainda se recuperando dos efeitos do temporal da última quarta-feira (6), que deixou sete mortos, a cidade do Rio de Janeiro pode sofrer novamente com chuvas fortes nos próximos dias. 

Devido à previsão de chegada de uma nova frente fria, a prefeitura resolveu suspender completamente as aulas nas escolas municipais.

"Gostaria de estender este pedido para a rede privada. Se puderem evitar aulas no período da tarde, seria muito bom", disse o prefeito Marcelo Crivella em entrevista a jornalistas.

A prefeitura também informou que irá recomendar o cancelamento do jogo de futebol agendado para esta quarta-feira (13). A partida entre Vasco e Resende está agendada para as 21h30, no Maracanã. 

De acordo com o sistema Alerta Rio, a aproximação de uma frente fria, junto ao calor e a à umidade, deve provocar pancadas de chuva a partir da tarde desta terça-feira (12), com raios e rajadas de vento.

A situação deve piorar a partir da manhã de quarta-feira (13), quando estão previstas chuvas e ventos de fortes a muito fortes. Na quinta (14) e sexta-feira (15), a chuva deve ser moderada, voltando a se intensificar no sábado (16). 

O Serviço Meteorológico da Marinha prevê ventos fortes, com intensidade de até 60 km/h, no litoral de Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro, a partir da noite desta terça. As ondas podem chegar a três metros.

O Rio permanece em estágio de atenção desde sábado (9), quando foi suspenso o estágio de crise decretado com o temporal que alagou a cidade e provocou deslizamentos e mortes.

A avenida Niemeyer, importante ligação entre a zona oeste e a zona sul da cidade, continua interditada. Foi lá que um deslizamento de terra atingiu um ônibus, matando duas pessoas.

Na Rocinha, favela da zona sul, moradores seguem sem luz. Em Barra de Guaratiba, na zona oeste, onde três morreram, a sujeira ainda toma conta das ruas.

A prefeitura pede para que os cariocas não coloquem o lixo doméstico nas ruas durante o temporal, para não contribuir com o entupimento dos bueiros. Não haverá coleta durante a tempestade —a Comlurb removerá o lixo após o período de chuvas.  ​

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.