Mourão diz que perdeu colchão em temporal no Rio; rua do vice tem árvore caída

General da reserva diz que planeja 'voleizinho' e ida ao Fla-Flu na cidade

Gustavo Uribe
Brasília

Até o vice-presidente Hamilton Mourão foi afetado pelas fortes chuvas no Rio de Janeiro entre a noite de quarta-feira (6) e a madrugada de quinta (7).

O temporal, com ventos de até 110 km/h, matou ao menos seis pessoas, causou alagamentos, quedas de árvores, deixou bairros sem luz e acionou sirenes de alerta em áreas de risco. 

"Fui atingido pelas chuvas do Rio de Janeiro. Meu apartamento fica no último andar e perdi mais um colchão. Na minha rua, caíram árvores", afirmou o vice.

​Mourão disse que conversará nesta sexta-feira (8) com o governador do estado Wilson Witzel (PSC), mas ressaltou que ele está tranquilo e não pediu ajuda ao governo federal.

 

O vice planeja estender para o final de semana viagem ao Rio de Janeiro, onde cumprirá agenda nesta sexta-feira (8).

Ele planeja, no sábado (9), jogar vôlei na praia de Copacabana e assistir ao clássico Flamengo e Fluminense, pela semifinal da Taça Guanabara.

"Vamos esperar que dê um voleizinho no sábado, que eu tô com saudade", disse.

Flamenguista, Mourão disse que foi convidado para comparecer à partida de futebol, que será realizada no Estádio do Maracanã.

"Acho que vou, né?", disse. 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.