Descrição de chapéu Tragédia em Brumadinho

Veja como funcionava a mina da Vale em Brumadinho e entenda a tragédia

Fotos mostram o antes e o depois das áreas atingidas pela lama da barragem do Córrego do Feijão

Flávia Faria Simon Ducroquet
São Paulo

Na sexta (25), a barragem 1 da mina do Córrego do Feijão, da Vale, se rompeu em Brumadinho (MG).

Abaixo, entenda como funcionava o processo de extração e beneficiamento do minério de ferro e veja imagens que mostram o tamanho da destruição causada pelos rejeitos do reservatório.

Na sexta-feira (25), a barragem 1 se rompeu. Nessas imagens de satélite é possível ver a barragem antes e depois do acidente

Logo abaixo da barragem estava a central administrativa da Vale, que foi praticamente toda engolida pela lama

Em seguida, a lama invadiu parte do bairro Parque da Cachoeira, onde casas foram soterradas

 

A lama então atingiu o rio Paraopeba. Na imagem abaixo é possível ver como o rio mudou de cor em contato com os rejeitos da barragem

 

Desde então, a lama está descendo o rio rumo à Represa Três Marias, onde vai se encontrar com o Rio Francisco.​

 
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.