Compadre Washington sofre queda em assalto após Virada Cultural e é internado

Artista, do grupo É o Tchan, está em observação, mas não corre risco de morrer

São Paulo

Compadre Washington, vocalista do grupo É o Tchan, foi hospitalizado em São Paulo após ser vítima de um assalto na madrugada desta segunda (20).

O grupo baiano, que fez muito sucesso na década de 1990, foi uma das atrações da Virada Cultural realizada neste final de semana na capital paulista.

Washington e companhia se apresentaram das 15h30 às 17h deste domingo no palco Brega, no Largo do Arouche, no centro.

Segundo comunicado do grupo, o cantor foi assaltado nas imediações de um hotel onde estava hospedado, que fica próximo a uma lanchonete que costuma frequentar. O nome do bairro não foi divulgado.

Compadre Washington se apresenta no carnaval de Salvador
Compadre Washington se apresenta no carnaval de Salvador - Inacio Teixeira -1º.mar.19/Secom

“O músico teve o seu aparelho de telefone roubado e sofreu uma queda que ocasionou um ferimento na cabeça, sendo prontamente encaminhado para uma unidade de saúde”, segundo trecho de nota publicada nas redes sociais do artista.

Após o assalto, o cantor foi levado ao Hospital das Clínicas. Segundo a produção do grupo, o cantor “está em observação clínica, mas fora de perigo”. Não há previsão de alta.

ITALIANO ESFAQUEADO

A 15ª edição da Virada Cultural terminou com um italiano esfaqueado neste domingo. Alessandro Ducci, 28, foi atacado por dois homens após brigar com duas travestis que queriam roubar o celular dele.

Ducci foi atacado no palco Diversidade, na praça da República, no centro, após a apresentação da cantora Preta Gil. Ele sofreu perfurações no intestino, foi operado e passa bem.

As travestis e os dois comparsas envolvidos no crime estão presos. Eles vão passar por audiência de custódia nesta segunda-feira (20).

Italiano Alessandro Ducci, 28, em hospital após cirurgia
Italiano Alessandro Ducci, 28, em hospital após cirurgia - Reprodução/TV Globo

Segundo a Polícia Militar, 5.501 pessoas foram abordadas e outras 43 foram presas ao longo das 24 horas do evento de rua. Das detenções realizadas, nove foram contra pessoas foragidas da Justiça.

Seis adolescentes também acabaram apreendidos.

Foram recuperados 13 veículos roubados, sete celulares e apreendido um simulacro de arma de fogo.

Um bebê foi abandonado próximo de um palco do evento em um carrinho, por volta das 4h deste domingo, no vale do Anhangabaú. Ele foi encaminhado ao Hospital das Clínicas e, ainda não identificado, está sob os cuidados do Conselho Tutelar.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.