Escolas particulares de São Paulo vão parar em dia de protestos

Veja quais vão aderir; manifestações contra cortes na educação acontecem nesta quarta (15)

São Paulo

Algumas escolas particulares da cidade de São Paulo já anunciaram que vão suspender as aulas nesta quarta-feira (15), dia de protestos organizados por entidades estudantis e de docentes.

Colégios como o Equipe, São Domingos e Santa Cruz decidiram cancelar as atividades. A Escola da Vila disse que apoia a manifestação, mas vai manter as aulas. Já o Bandeirantes e o Dante Alighieri, por exemplo, vão funcionar normalmente.

A UNE (União Nacional dos Estudantes) convocou estudantes de todo o país para uma mobilização nacional contra os cortes de verba nas universidades federais anunciados pelo governo Jair Bolsonaro (PSL). Sindicatos ligados à educação já haviam anunciado paralisação e manifestações nessa data contra a reforma da Previdência.

Segundo o secretário-geral do sindicato dos professores de escolas particulares da cidade de São Paulo (Sinpro-SP), Walter Alves, a mobilização nos colégios vai ser bastante variada.

“Alguns vão tirar grupos de representantes para participar dos atos, outros vão conversar com alunos e pais, outros vão suspender as aulas”, diz.

O sindicato orientou os professores a participar das manifestações. “Além da mobilização contra a reforma da Previdência, precisamos defender as instituições públicas de ensino superior e o professor mesmo, que tem sofrido com gravações e ameaças.”

Em São Paulo, o protesto, marcado para as 14h na avenida Paulista, conta com o apoio da UNE e da Apeoesp, o sindicato dos professores da rede estadual.

A entidade aderiu à greve e diz que espera uma mobilização grande. A secretaria estadual de Educação diz que a orientação é que as escolas funcionem normalmente. A pasta municipal afirma que não tem informação prévia sobre paralisação de unidades. 

Estudantes fazem assembleia na UFMG sobre adesão a protesto nacional no dia 15 de maio
Estudantes fazem assembleia na UFMG sobre adesão a protesto nacional no dia 15 de maio - Reprodução

Lista de escolas em São Paulo

Em um levantamento preliminar, segundo o Sinpro-SP, cerca de 30 escolas particulares devem parar nesta quarta. Veja abaixo:

• Alecrim
• Alecrim Dourado 
• Anima 
• Arco 
• Arraial das Cores 
• Bakhita 
 • Equipe 
• Escola Livre Aretê
• Espaço Brincar 
• Estilo de Aprender
• Gracinha 
• Invenções 
• Lycée Pasteur (no período da tarde) 
• Maria Imaculada (Ipiranga) 
• Marupiara
• Miguilim 
• Oswald de Andrade 
• Politeia 
• Ponto de Partida 
• Recreio (no período da tarde) 
• Santa Cruz 
• Santa Isabel 
• Santa Maria (no período da tarde)
• Santi 
• São Domingos 
• Vera Cruz 
• Viva 
• Waldorf Francisco de Assis
• Waldorf Micael 
• Waldorf São Paulo (no período da tarde)

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.