Incêndio destrói 24 embarcações em marina em Porto Alegre

Suspeita é que fogo começou após pane elétrica em uma lancha

São Paulo

Um incêndio em uma marina em Porto Alegre (RS) terminou com 24 embarcações destruídas pelo fogo na madrugada deste domingo (16). 

Ninguém ficou ferido no episódio. Funcionários da marina afirmaram à Folha que o incêndio não foi criminoso e começou devido a uma pane elétrica em um dos barcos. 

A Marina da Conga, onde ocorreu o incidente, fica na Ilha das Flores. O local tem capacidade para 200 embarcações. 

Bombeiros atuam durante incêndio em marina na Ilha das Flores, em Porto Alegre
Bombeiros atuam durante incêndio em marina na Ilha das Flores, em Porto Alegre - Reprodução

"Foi um incêndio de grandes proporções e, como o material é de fibra, o fogo se alastra rápido, e as embarcações estavam muito próximas. O prejuízo é grande", afirmou subcomandante-geral do Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Sul, coronel Lúcio Ruzicki, ao jornal Zero Hora. 

Segundo o jornal, havia embarcações avaliadas em até R$ 500 mil entre as destruídas. 

A estrutura que abrigava as embarcações e um veículo que estava próximo dali também foram afetados pelo fogo. 

Os bombeiros continuavam trabalhando no rescaldo do incêndio na manhã deste domingo.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.