Com mais duas vítimas de explosão de barco no Acre, número de mortos sobe para quatro

Bebê de oito meses e homem de 33 anos não resistiram aos ferimentos de acidente da semana passada

São Paulo

Morreram neste sábado (15) mais duas pessoas que estavam no barco que explodiu há uma semana no rio Juruá, em Cruzeiro do Sul, interior do Acre. Com essas mortes, agora são quatro as vítimas do acidente ocorrido por volta das 17h30 de sexta-feira (7).

Yohana Santos Conceição, uma bebê de oito meses, estava internada na UTI do Hospital da Criança, em Rio Branco, e morreu no final da manhã. A mãe da criança, Marluce Silva dos Santos, também é uma das vítimas do acidente. Ela morreu na terça-feira, 11.

A outra morte deste sábado foi a de Antônio José de Oliveira da Silva, 33. Ele havia sido transferido de Rio Branco para a Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais, em Belo Horizonte, e morreu no início da manhã.

Barco com tambores de combustível explodiu no rio Juruá, no Acre
Barco com tambores de combustível explodiu no rio Juruá, no Acre - Divulgação/Corpo de Bombeiros do Acre

No domingo (9), Simone Souza Rocha, 24, foi a primeira a não resistir. Ela morreu no Hospital do Juruá.
 
Filho de Marluce e irmão da bebê Yohana, Felipe Ibernon, 22, usou as redes sociais para lamentar a morte da irmã.

"Queria tanto que você tivesse resistido, meu anjinho. Seria minha lembrança mais viva da nossa mãe", escreveu.
 
O barco transportava tambores de combustível do município de Porto Walter a Marechal Thaumaturgo e estava ancorado para abastecimento quando explodiu. Dezoito pessoas ficaram feridas.

O acidente é investigado pela Polícia Civil. 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.