Descrição de chapéu Rio de Janeiro

Polícia investiga morte de advogada desaparecida desde segunda na Baixada fluminense

Corpo da vítima foi encontrado boiando em rio neste sábado (1º)

Nicola Pamplona
Rio de Janeiro

A Polícia Civil do Rio investiga a morte da advogada Marcela de Souza Oliveira, 26, que estava desaparecida desde segunda (27 de abril). O corpo foi encontrado neste sábado (1º) no rio Iguaçu, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

Marcela foi vista pela última vez pela família na manhã de segunda. Ela havia dormido na casa do namorado e tinha combinado de almoçar na casa da família, mas não apareceu. 

Na quinta (30), segundo a Polícia Civil, pescadores encontraram documentos, a bolsa e um casaco de Marcela no rio Iguaçu. À polícia, eles disseram ter visto um corpo no rio. O corpo foi encontrado pela polícia e pelo Corpo de Bombeiros por volta das 13h30 deste sábado.

A advogada Marcela de Souza Oliveira
A advogada Marcela de Souza Oliveira - Reprodução

Segundo a Polícia civil, não foi possível fazer o reconhecimento imediato devido ao adiantado estágio de decomposição. Com base em uma tatuagem nas costas, porém, o pai de Marcela, Jefferson de Jesus Oliveira, reconheceu a filha.

O corpo foi levado ao IML para perícia. O Disque Denúncia divulgou um cartaz pedindo ajuda para esclarecer o caso. A última familiar a ver Marcela foi sua mãe, que a encontrou na casa do namorado na manhã de segunda, quando combinaram de almoçar juntas na casa da família.

O namorado já havia saído. "A gente se assustou porque ela não é de fazer isso, de sair sem dar satisfação, e começamos as buscas. Fomos no hospital, na delegacia e no IML", contou o namorado, em entrevista à TV Globo.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.