Linha 7-rubi, da CPTM, será prolongada até estação Brás

Medida é teste de um plano para redistribuir linhas no centro de SP

São Paulo

A linha 7-rubi, da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), ganhará uma estação em seu trajeto e passará a atender também aos passageiros da estação Brás. O prolongamento é experimental e pretende distribuir melhor os passageiros da CPTM.

Até hoje a estação Luz, no centro de São Paulo, era a última parada da linha que parte do município de Jundiaí. A mudança ocorrerá a partir da próxima segunda-feira (28). 

O prolongamento da linha 7-rubi faz parte de um estudo feito pela CPTM para melhorar a distribuição dos passageiros nas estações mais centrais da companhia: Luz, Barra-Funda e Brás.

Estação Brás da CPTM, que passará a receber trens também da linha 7-rubi, que parte de Jundiaí (SP)
Estação Brás da CPTM, que passará a receber trens também da linha 7-rubi, que parte de Jundiaí (SP) - Folhapress

Outro prolongamento de linha que a CPTM estuda é levar a linha 11-coral até a Barra-Funda, e não apenas até a Luz. Essa obra, porém, exige intervenções mais profundas na estrutura da rede. 

Na forma anterior, os passageiros de trens que saem da zona leste ou do ABC paulista chegavam na estação Brás e tinham apenas a linha 11-coral da CPTM e a linha 3-vermelha do Metrô para entrar no centro de São Paulo. 

Em entrevista à Folha, o presidente da empresa Pedro Moro, disse que a ideia é fazer com que a linha 7-rubi seja mais uma opção de entrada no centro e ao restante das linhas da CPTM.

"Estamos estudando a distribuição melhor dos passageiros até o centro. Em vez de no Brás, termos um trem já cheio da linha 11 e termos mais pessoas entrando nele com interesse de chegar à Luz, queremos distribuir melhor usando a linha 7".

Pedro Moro diz esperar mais conforto aos passageiros com a redistribuição dos passageiros. 

A alteração ocorrerá apenas nos dias de semana. Aos sábados e domingos, quando a demanda é menor, a estação final da linha 7-rubi voltará a ser a Luz.

A linha 7-rubi é a mais longa da CPTM, passa por sete cidades e com a mudança ganhará 2 km, chegando a 62,7 km. A linha também faz parte de um estudos do governo do estado para uma concessão conjunta com as linhas 8-diamante e 9-esmeralda

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.