Descrição de chapéu Obituário Anna Luísa Moura Campos de Alcântara (2013 - 2019)

Mortes: Exemplo de fé, menina amou o Sol e emocionou o país

Anna Luísa Moura Campos de Alcântara era fã do cantor Vitor Kley

Patrícia Pasquini
São Paulo

Foi por meio de uma rede social que Anna Luísa Moura Campos de Alcântara descobriu a música “O Sol”, do cantor Vitor Kley. 

Segundo sua mãe, a assistente jurídica Fernanda Moura Campos, 34, a menina se encantou pela letra e por Vitor e virou fã. 

Em maio de 2018, veio o diagnóstico de câncer cerebral, e a canção se tornou a trilha sonora que a ajudou a enfrentar o tratamento. “Quem a acompanhava na quimioterapia e radioterapia tinha a missão de assoviar a música para ela”, diz Campos.

Anna Luísa Moura Campos de Alcântara com o irmão e o cantor Vitor Kley
Anna Luísa Moura Campos de Alcântara com o irmão e o cantor Vitor Kley - Arquivo pessoal
 

Em fevereiro deste ano, ao saber da participação do artista no Festival VIVA, em Brasília, o pai de Anna solicitou à produção do evento autorização para que a filha o conhecesse. A resposta, positiva, veio em cinco minutos.

“Quando a Anna passou pelo camarim, tive a impressão de ter visto um anjo. Nunca senti isso na minha vida. Se fosse definir a Anna em uma palavra seria luz”, diz Vitor Kley à Folha.

A doença a fez trocar a escola, o balé e a natação pelo hospital. Madura, ela sabia da gravidade do problema.

“Durante o tratamento, foram raras as vezes em que a vi triste. Mesmo com dores, ela dizia que só tinha a agradecer. O primeiro ensinamento que minha filha deixou foi a fé. Ela nunca questionou a situação pela qual estava passando; o segundo, o amor pela família.”

Anna chegou a ser considerada curada, mas a doença voltou em três meses. “A Anna foi um presente que ganhei da vida. Nunca vou esquecê-la”, afirma Kley.

O músico manteve o contato com a menina até pouco tempo antes dela morrer.

Anna Luísa morreu no dia 26 de setembro, aos 6 anos, de câncer no cérebro. Deixa os pais e um irmão.

coluna.obituario@grupofolha.com.br

Veja os anúncios de mortes

Veja os anúncios de missas

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.