Descrição de chapéu Obituário Maria Cristina Ferreira de Oliveira (1965 - 2019)

Mortes: Prima de JK, ensinou a importância da família

Maria Cristina Ferreira de Oliveira gostava de festas, viajar, dançar e reunir os amigos e a família em sua casa na Bahia

São Paulo

A advogada e funcionária pública Maria Cristina Ferreira de Oliveira nasceu em Brasília. Cresceu ouvindo o pai contar histórias sobre JK (Juscelino Kubitschek), que governou o país entre 1956 e 1961. Eram primos distantes --o bisavô de Maria Cristina era irmão do pai de JK. 

Quando tinha quatro anos, seu pai casou-se novamente e ela adotou como sua a nova família. A vida a presenteou com uma segunda mãe e quatro irmãos. Os laços se fortificaram e o amor cresceu junto com as crianças. 

Um dos irmãos de coração, o empresário Marco Jardim, 59, lembra da alegria de viver de Maria Cristina.

Maria Cristina Ferreira de Oliveira Costa (1965-2019) e família
Maria Cristina Ferreira de Oliveira Costa (1965-2019) e família - Arquivo pessoal

"Ela era radiante. Gostava de festas, viajar, dançar, reunir os amigos e a família para a virada do ano na casa que tinha em Nova Viçosa, na Bahia. Ela gostava de gente", relata Marco.

As festas, que não tinham hora para acabar, eram planejadas com antecedência e a deste ano já havia sido organizada. 

Cris, como os mais próximos a chamavam, deixou como legado a união, o amor e a importância da família. 

Dedicada, estava sempre disposta a ajudar. Religiosa, estabeleceu como um dos compromissos de vida apoiar instituições carentes. 

Maria Cristina cuidava da alimentação, do corpo e da mente. Praticava atividade física com frequência.

Seguia à risca as recomendações que os médicos fazem a todos para ter boa saúde. 

Mesmo com todos os cuidados, há três meses sofreu um AVC hemorrágico. 

Maria Cristina Ferreira de Oliveira Costa morreu dia 11 de dezembro. "Até para morrer ela cuidou de nós. Esperou 90 dias para descansar", diz Marco. Maria Cristina deixa o marido e dois filhos.

coluna.obituario@grupofolha.com.br
 
Veja os anúncios de mortes

Veja os anúncios de missas​​

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.