Polícia investiga origem de ossadas encontradas em construção na zona sul de SP

Suspeita inicial era de que ossos seriam humanos, mas laudos apontam que origem é animal

São Paulo

A Polícia Civil de São Paulo investiga a origem de ossadas encontradas em uma construção na Vila Mariana, zona sul de São Paulo, nesta semana. Análise técnica aponta que o material teria origem animal.

Os ossos foram encontrados nas obras de um prédio residencial, construído no terreno. Um inquérito policial foi instaurado pelo 36º Distrito Policial, que fica a 300 metros da construção. A delegacia encaminhou as ossadas ao Instituto Médico Legal. 

A suspeita era de que as ossadas seriam humanas. Segundo reportagem da TV Record, as ossadas tinham marca de tiros. Onde hoje funciona 36º DP era o antigo DOI-Codi (Destacamento de Operações de Informação - Centro de Operações de Defesa Interna), centro de tortura da Ditadura Militar (1964-1985) e onde 52 pessoas morreram. 

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública (SSP), porém, laudos apontaram que as ossadas são de animais. A pasta diz que a polícia faz diligências para esclarecer os fatos.

 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.