Duas crianças morrem em decorrência das chuvas no Espírito Santo

No estado, 149 pessoas estão desabrigadas e 3.678 estão desalojadas

Cidade de Iconha foi uma das atingidas pela enxurrada - Gabriel Lordello/ Folhapress
 
Rio de Janeiro

Duas crianças morreram neste sábado (25) no Espírito Santo em decorrência das fortes chuvas na região. O número de vítimas chegou a nove esta semana.

Uma criança de dez anos morreu após o deslizamento de terra sobre sua residência em Conceição de Castelo. Outra também foi vítima de deslizamento em Iúna.

De acordo com balanço do Corpo de Bombeiros, o estado tem 149 desabrigados e 3.678 desalojados. A Defesa Civil mantém o plano de emprego em alerta máximo. A previsão ainda é de chuvas fortes na região.

Em Castelo, a sede da prefeitura está inundada. Mais de 50 famílias do município estão ilhadas ou precisando de resgate em situação difícil. O Hospital Santa Casa da cidade está com dificuldade de acesso. Parte do local foi atingido pelas águas.

As chuvas no Espírito Santo e em Minas Gerais também provocaram cheias nos rios do Norte e Noroeste fluminense. As cidades mais afetadas foram Porciúncula e Bom Jesus de Itabapoana.

A primeira calcula em 300 as famílias desabrigadas em razão das enchentes. A segunda soma cerca de 600 pessoas fora de suas casas. Os municípios de Cardoso Moreira, Italva, Laje do Muriaé, Itaperuna e Natividade também foram afetados.

Em Porciúncula, o rio Carangola atingiu às 15h07 deste sábado a cota de 7,08 metros --o nível de transbordo é de 5,20m.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.