Descrição de chapéu Obituário Marilene Dabus (1940 - 2020)

Mortes: 'Moça do Flamengo', foi a 1ª repórter feminina do futebol

Marilene Dabus fez a primeira entrevista com o Zico quando ninguém ainda o conhecia

São Paulo

Antigamente, os garotos diziam que futebol não era coisa para menina. Marilene Dabus sempre discordou.

Apaixonada pelo esporte desde criança, começou a frequentar os estádios com um tio, conhecido como Caxambu, que foi atacante campeão pelo Flamengo em 1939.

Mineira de Caxambu (MG), radicada no Rio de Janeiro em 1969, venceu ideias preconcebidas de sua geração e tornou-se a primeira repórter feminina a cobrir futebol.

Marilene Dabus (1940-2020) e Zico
Marilene Dabus (1940-2020) e Zico - Arquivo pessoal

O ingresso na profissão ocorreu após participar de um programa de conhecimentos sobre o Flamengo na TV Tupi, ocasião em que ganhou o apelido de Moça do Flamengo.

Vieram outros convites, e ela trabalhou no Última Hora, no Jornal dos Sports e como assessora de imprensa da seleção brasileira que disputaria a Copa do Mundo do México, segundo conta a sobrinha, a turismóloga Alicia Dabus, 30.

Pelo Jornal dos Sports, foi a primeira a entrevistar Zico no início da sua carreira. Em meados de 1970, assumiu o cargo de vice-presidente de comunicações do Flamengo.

Alegre, divertida e de personalidade forte, misturava doçura e seriedade. Elegante, fazia questão de manter as regras de etiqueta dentro do núcleo familiar. "Foi sua ousadia que a colocou no caminho do futebol", diz Alicia.

Em dezembro do ano passado, Marilene Dabus lançou sua autobiografia, "A Moça do Flamengo", em parceria com o escritor e jornalista Marcos Eduardo Neves.

A paixão por bichos e pelo Carnaval deu nome a seus três cães da raça dachshund: Uh Terere sou Flamengo até Morrer, Terere San e Dom Terere.

Marilene Dabus morreu dia 17 de janeiro, aos 80 anos, de câncer no pulmão. Solteira, deixa dois irmãos e seis sobrinhos.

 

coluna.obituario@grupofolha.com.br
 
Veja os anúncios de mortes

Veja os anúncios de missa

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.