Descrição de chapéu Alalaô

Celular furtado ou roubado? Saiba o que fazer e como proteger seus dados

Aplicativos podem ajudar a proteger informações e até a recuperar o aparelho

São Paulo

A maior parte das pessoas conhece alguém que perdeu o celular ou teve o aparelho furtado ou roubado. Desde que surgiram, na década de 1970, essas ferramentas de comunicação têm ganhado cada vez mais espaço e importância para a vida de muitos. 

Não é necessário listar todos as facilidades que os celulares, em especial os smartphones, trouxeram para os humanos do século 21, mas, com tantas possibilidades, muitas informações ficam expostas, das fotos às senhas e até a localização. 

Para se proteger, é possível utilizar aplicativos de empresas especializadas em segurança na internet. Também é possível tomar precauções utilizando a configuração do aparelho celular. 

Louise Well, que trabalha fazendo drinks na noite paulistana, já foi vítima de roubos e furtos de celulares por conta de sua atividade profissional - que faz com que ela circule pela cidade de madrugada
Louise Well, que trabalha fazendo drinks na noite paulistana, já foi vítima de roubos e furtos de celulares por conta de sua atividade profissional - que faz com que ela circule pela cidade de madrugada - Rubens Cavallari/Folhapress

Para quem utiliza dispositivos com sistema Android associados a contas de Google, é possível utilizar um sistema chamado Find My Device (Encontre Meu Dispositivo, em português). No caso dos usuários de produtos da Apple, que utilizam o sistema operacional iOS, como iPhone, iPad e iPod Touch, é possível utilizar o sistema iCloud Find.

Como usar o Find My Device (aparelhos com Android)

Acesse o endereço do Find My Device pelo computador ou por outro aparelho conectado à internet e faça login com a mesma conta de email do Google (Gmail) que utiliza no seu celular. Em seguida, será possível escolher três opções de ação. 

A primeira delas é forçar o aparelho a emitir sinais sonoros para que você o encontre. A segunda opção permite que o dispositivo seja bloqueado e que você desconecte sua conta do aparelho, impedindo que outra pessoa tenha acesso aos seus contatos, mensagens, fotos e tudo o mais que estiver armazenado na sua conta. 

Mas lembre-se: nem todas as fotos e arquivos são salvas nos produtos Google. É preciso optar por essa solução nas configurações do aparelho. 

Ainda na segunda opção, também é possível exibir uma mensagem e um número de telefone na tela do aparelho, caso o tenha perdido. Dessa forma, quem encontrar o dispositivo terá a possibilidade de devolvê-lo. 

Na terceira opção disponível no Find My Device, é possível limpar o aparelho, ou seja, apagar tudo que há de informação nele, deixando-o como se fosse um dispositivo novo, com configurações de fábrica. 

Para que o Find My Device funcione, é necessário que o dispositivo esteja ligado, com acesso à internet e com a geolocalização habilitada. 

Como usar o Icloud Find (aparelhos com IOS)

O iCloud Find pode ser acessado em computadores ou outros dispositivos Apple. 

Assim como no Android, o sistema da Apple permite localizar o dispositivo e fazê-lo reproduzir sons como se estivesse recebendo uma chamada. Também é possível bloquear o aparelho ao marcá-lo como perdido e exibir uma mensagem na tela do celular. Ao acionar o modo perdido, o aparelho poderá ser localizado. Além disso, os cartões de crédito, débito e pré-pagos, segundo o site oficial da empresa, serão suspensos, impedindo que outra pessoa faça compras ou tenha acesso aos seus dados. 

Como um último recurso, é possível apagar o dispositivo, restaurando-o e apagando todos os dados nele contidos. Ao optar por apagar o dispositivo, não será mais possível localizar o aparelho. 

Como registrar um boletim de ocorrência? 

Quando um celular é furtado ou roubado, recomenda-se registrar um boletim de ocorrência. É possível fazer isso pela internet, caso não tenha havido violência no roubo. Em casos nos quais houve violência, a vítima precisa se dirigir à delegacia. 

É importante guardar o Imei (Identidade Internacional de Equipamento Móvel, em português) do aparelho celular, pois, em casos de roubo e furto, esse número, que funciona como um CPF do celular, servirá para que as autoridades possam bloquear definitivamente o celular, impedindo seu uso e consequentemente sua revenda. 

O Imei pode ser encontrado na caixa do celular, em um adesivo por trás da bateria ou, ainda, ao digitar e ligar para o código #06# no próprio dispositivo. 

É importante registrar um boletim de ocorrência porque, desta forma, as autoridades poderão mapear os crimes e aprimorar a resposta a eles. 

Como proteger os seus dados e informações?

É muito comum que, por praticidade, deixemos salvas informações como senha e login de email, redes sociais e outros serviços em celulares. No entanto, essa prática facilita o acesso de terceiros às informações. 

Uma possibilidade que aumenta a segurança é utilizar uma senha diferente para cada serviço, rede social ou aplicativo. É possível também utilizar senhas aleatórias e salvá-las em um serviço especializado em proteção e gerenciamento de senhas, como o 1Password. 

Outra possibilidade é construir senhas seguras de verdade. Uma das dicas mais comuns é utilizar uma frase comum ou um ditado popular, mesclando letras maiúsculas, símbolos e números. Um exemplo: “Atirei_0_P@u_no_Gat0” (sem ou com as aspas). 

Aplicativos de empresas de segurança

Empresas como a Avast, Kaspersky e AVG são conhecidas pelos seus serviços de antivírus. Entretanto, as companhias têm mais a oferecer, às vezes de forma gratuita, às vezes mediante a compra de serviços e produtos. 

As três empresas têm serviços de localização, alarme e bloqueio do aparelho. 

A Avast e a Kaspersky, por exemplo, permitem que o aparelho capture fotos (pela câmera frontal quando houver) da pessoa que tentar desbloquear o celular e digitar a senha errada.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.