Descrição de chapéu Obituário Sueli Lorejan (1959 - 2020)

Mortes: Ativista ambiental, passeou pela vida com emoção

Aventureira, Sueli Lorejan gostava de escalar vulcões

São Paulo

Escalar vulcões e explorar pontos turísticos de aventura eram atividades que Sueli Lorejan fazia com facilidade, devido ao preparo físico excelente.

Nascida na zona rural de Maringá (PR), Sueli era ativista ambiental e dedicou a vida ao cuidado da natureza.

Na adolescência, mudou-se para Ribeirão Preto (SP), onde cursou Serviço Social, mas pouco atuou na profissão.

Sueli Lorejan (1959-2020)
Sueli Lorejan (1959-2020) - Arquivo pessoal

Foi na capital paulista que abraçou a causa do meio ambiente e trabalhou em diversos órgãos ligados à área.

Além da Cetesb, atuou junto ao Núcleo Cubatão do Parque Estadual da Serra do Mar, onde desenvolveu projetos de manejo; e junto a escolas municipais da Baixada Santista.

Foi gestora ambiental na Fundação Florestal e trabalhou nas secretarias municipal e estadual de Meio Ambiente de São Paulo. 

Em 2012, recebeu indicação para o Prêmio Cidadão Sustentável. Como ativista, também participou dos eventos Eco 92 e Rio+20.

Tinha paixão por viagens com um toque de aventura, segundo a irmã, a aposentada Syrlei Lorejan, 56. 

Sueli viveu a vida com emoção. Era ciclista e amante de trekking e de escaladas. Quando já tinha mais de 50 anos, subiu o monte Roraima, que fica na fronteira entre Brasil, Venezuela e Guiana.

Carnaval e festas eram sempre prioridade em sua agenda. Brincava nos blocos de São Paulo e prestigiava o evento em Olinda (PE) e no Rio.

Em 2019, percorreu um roteiro de vulcões em Cabo Verde e ficou 15 dias no deserto de Atacama (Chile). 

Sueli Lorejan morreu dia 5 de fevereiro, aos 60 anos, por complicações de câncer no cérebro.

Solteira, deixa uma filha, a mãe, três irmãos e o sonho de percorrer o caminho de Santiago de Compostela (Espanha).

coluna.obituario@grupofolha.com.br
 
Veja os anúncios de mortes

Veja os anúncios de missa

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.