Trecho de ciclovia do rio Pinheiros é interditado após chuvas em SP

CPTM diz que vai remover sujeira e lixo do local; não há previsão de reabertura da pista

São Paulo

Após as chuvas que atingiram São Paulo, um trecho da ciclovia do rio Pinheiros, entre as estações Vila Olímpia e Villa Lobos da linha 9-Esmeralda da CPTM, foi interditado. 

Além de ter sido invadido por lixo e lama, o asfalto cedeu em alguns pontos da pista. A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) disse em comunicado que deve contratar uma empresa para fazer a limpeza do local e que está avaliando danos para recuperar a ciclovia. 

 
Ciclovia às margens do rio Pinheiros depois das chuvas desta semana em São Paulo
Ciclovia às margens do rio Pinheiros depois das chuvas desta semana em São Paulo - Reprodução/@teamlibercycling/Facebook

Além desse trecho, há outros dois interditados, um deles em função de uma obra em um ponto de inclinação, de responsabilidade da Empresa Metropolitana de Águas e Energia (Emae), e outro devido às obras da linha 17-Ouro, sob direção do Metrô.

Este último trecho, entre as estações Vila Olímpia e Granja Julieta, tem 4,5 km de extensão. Durante as obras, uma via alternativa foi implementada para os usuários do outro lado do rio Pinheiros, com acesso pela ponte Cidade Jardim. 

Terra ocupa Ciclovia Via do rio  Pinheiros interditada devido a enchente  de segunda feira. Foto no trecho entre  Ponte Cidade Universitária sentido Jaguaré
Terra ocupa Ciclovia Via do rio Pinheiros interditada devido a enchente de segunda feira. Foto no trecho entre Ponte Cidade Universitária sentido Jaguaré - Eduardo Knapp/Folhapress

A ciclovia tem 21,5 km e sete acessos. Ao longo do percurso há seis pontos de apoio com bebedouros e banheiro. 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.